Mercado fechará em 4 h 55 min
  • BOVESPA

    106.568,59
    +205,49 (+0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.479,11
    -235,49 (-0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,49
    -0,17 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.804,40
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    61.544,05
    +2.449,37 (+4,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.482,96
    +63,58 (+4,48%)
     
  • S&P500

    4.578,30
    +26,62 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    35.646,35
    +155,66 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.235,08
    -18,19 (-0,25%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.672,50
    +85,25 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5236
    +0,0989 (+1,54%)
     

União Europeia pode obrigar carregador USB-C para todos os celulares

·2 minuto de leitura
União Europeia pode obrigar carregador USB-C para todos os celulares
União Europeia pode obrigar carregador USB-C para todos os celulares

Uma proposta de lei da Comissão Europeia quer obrigar todos os fabricantes de smartphones e outros acessórios eletrônicos a implementar uma entrada de carregador USB-C em seus produtos. A proposta visa diminuir o lixo eletrônico gerado por consumidores tendo que comprar novos carregadores compatíveis quando trocam de aparelho.

Segundo um relatório de 2016, o bloco europeu produziu um total de 12,3 milhões de toneladas de lixo eletrônico até aquele ponto.

“Carregadores alimentam nossos eletrônicos mais essenciais. Com mais e mais aparelhos, mais e mais carregadores são vendidos que não são intercambiáveis ou que não são necessários. Vamos por um fim nisso”, disse o comissário da União Europeia Thierry Breton. “Com a nossa proposta, os consumidores europeus poderão usar um único carregador para todos os seus aparelhos portáteis, um passo importante para aumentar a conveniência e reduzir os resíduos eletrônicos.”

Se aprovada, a lei também vai se aplicar a tablets, fones de ouvido, alto-falantes portáteis, consoles e câmeras.

Como o The Verge apontou, a companhia mais impactada pela lei será a Apple, cujos aparelhos usam seu carregador Lightning próprio, em vez da entrada USB-C implementada pela maioria das fabricantes de dispositivos portáteis.

“Ficamos preocupados que uma regulação rígida obrigando apenas um tipo de conector possa sufocar a inovação ao invés de encorajá-la, o que vai prejudicar os consumidores na Europa e no resto do mundo”, um porta-voz da Apple disse à Reuters. A companhia também argumenta que a lei pode gerar mais lixo eletrônico quando os consumidores jogarem fora seus carregadores Lightning.

Vale apontar que a lei não se aplica a aparelhos que usam carregamento sem fio Qi.

Leia mais:


A lei ainda precisa ser aprovada pelo Parlamento Europeu, que já votou a favor de novas regras para carregadores comuns no começo de 2020. Se a diretiva for mesmo aprovada, os fabricantes terão 24 meses para se adaptar.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos