Mercado fechado

União Europeia estende prazo para avaliar fusão de Boeing e Embraer

Raquel Brandão

O prazo agora vai até 23 de junho A União Europeia estendeu novamente o prazo de revisão do acordo entre Boeing e Embraer para 23 de junho.

Divulgação

Anteriormente, em 09 de janeiro, o prazo para o veredito sobre a transação comercial havia ficado estabelecido em 30 de abril. Esse prazo, no entanto, estava suspenso até sexta-feira a fim de permitir que reguladores recebessem mais informações prestadas pelas companhias.

Na quarta-feira, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou o negócio entre as fabricantes americana e brasileira. O negócio, que foi avaliado em US$ 4,2 bilhões, também já foi aprovado por autoridades antitruste dos Estados Unidos e da China.

No primeiros dias deste ano, a Embraer concluiu a cisão do negócio de aviação comercial, conforme previsto no cronograma do acordo com Boeing.

As atividades dessa unidade foram implementadas à empresa Yaborã Indústria Aeronáutica, que posteriormente será incorporada pela Boeing Brasil - Commercial, que terá 80% do capital da americana Boeing e 20% da Embraer.