Mercado fechado

União Europeia espera reabrir fronteiras externas em julho

Antes, países querem garantir o reestabelecimento da movimentação dentro do bloco A União Europeia (UE) quer reabrir suas fronteiras externas, fechadas por causa da pandemia de covid-19, a partir de julho, depois de garantir que a movimentação dentro do bloco seja totalmente restabelecida.

A comissária de Interior da Comissão Europeia, Ylva Johansson, revelou a meta nesta sexta-feira, em entrevista coletiva concedida após uma reunião com ministros dos países do bloco.

Martin Meissner/AP

“O próximo desafio importante será como proceder com as restrições em nível das fronteiras externas da UE. Existe um consenso entre os Estados-membros que primeiro temos de nos abrir internamente e depois passar para as fronteiras externas”, disse ela.

A recomendação da UE que afeta viagens não essenciais para países de fora do bloco termina no próximo dia 15 de junho. No entanto, a maior parte dos ministros expressou nesta sexta o desejo de prorrogar a medida até o início do próximo mês.

“Entendo que as fronteiras internas serão reabertas até o fim do mês e que consideraremos a gradual suspensão das restrições de viagens não essenciais para a UE no princípio de julho”, disse a comissária.