Mercado abrirá em 5 h 19 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,97
    +0,53 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.778,80
    +13,10 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    62.108,68
    -163,07 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,11
    -1,53 (-0,11%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.757,56
    +347,81 (+1,37%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.316,75
    +26,25 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4140
    +0,0225 (+0,35%)
     

Umami: conheça o quinto gosto básico do paladar humano

·2 minuto de leitura

Doce, azedo, salgado e amargo. Provavelmente você já experimentou pelo menos um alimento que contenha cada um desses gostos. Mas você sabia que há um quinto gosto básico do paladar humano? Trata-se do umami, que foi descoberto em 1908, mas só chegou a ser reconhecido cientificamente nos anos 2000.

Mas afinal, o que é esse gosto? Basicamente, o umami é reconhecido por nosso paladar quando comemos alimentos que possuem substâncias chamadas de aminoácidos (representados, principalmente pelo ácido glutâmico, ou glutamato) e nucleotídeos (inosina monofosfato ou inosinato e guanosina monofosfato ou guanilato). Ao entrar em contato com o paladar, esses químicos fazem salivar, trazem peso na língua e preenchem a boca de forma persistente.

Esse gosto pode ser encontrado, então, em uma macarronada com molho de tomate bem maduro ou no queijo parmesão ralado, por exemplo. É possível encontrar o umami também na feijoada com carnes suculentas, ou ainda nos cogumelos de receitas como o strogonoff.

(Imagem: Dream79/envato)
(Imagem: Dream79/envato)

Mas apesar do glutamato, do inosinato e do guanilato estarem presentes numa série de ingredientes e pratos pelo mundo, o umami ficou relacionado à gastronomia japonesa. Acontece que os japoneses não apenas aprenderam a perceber esse gosto, como também passaram a usar pouca gordura, sal e açúcar nas suas receitas para exaltar o umami, como é o caso do prato chamado dashi, feito de alga, peixe bonito seco e cogumelo shiitake.

Como sentir o gosto umami

Primeiro, precisamos entender que gosto é diferente de sabor, e se refere apenas ao sentido do paladar. É quando receptores específicos presentes na língua reconhecem um determinado estímulo proporcionado por substâncias químicas presentes nos alimentos. O sabor dos alimentos é reconhecido pela combinação de dois ou mais sentidos: o paladar (que se refere ao gosto) e o olfato (ao aroma dos alimentos).

Para entender melhor essa diferença, você pode pegar um copo d'água, uma bala de qualquer sabor. Primeiro, beba um pouco de água. Tampe o nariz e coloque a bala na boca. Você não vai sentir o sabor da bala, mas apenas o seu gosto doce. Se soltar a respiração, aí sim o sabor da bala aparece.

Já para entender o gosto umami, beba um pouco de água primeiro. Coloque um generoso pedaço de parmesão na boca. Depois de engolir e perceber o salgado do queijo, você estará salivando mais, sentindo o gosto prolongado do alimento em sua boca. É o umami!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos