Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    42.203,92
    +397,44 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Um golpe financeiro acontece no Brasil a cada 6 segundos; saiba se proteger

·1 minuto de leitura
Mobile Pnone Shopping Online With A Debit Card
Somente nos seis primeiros meses foram registrados 2,3 milhões de golpes financeiros (Getty Images)
  • Brasil tem um golpe financeiro a cada seis segundos

  • Maioria acontece por SMS

  • Criminosos mandam links maliciosos e pedem dados bancários

Só nos seis primeiros meses foram registrados 2,3 milhões de golpes financeiros que visam a roubar dados bancários e de cartão de crédito no país, segundo o dfndr, laboratório da PSafe especializado em segurança digital. Ou seja, a cada seis segundos é registrado um crime como esse. As informações são da IstoÉ Dinheiro.

Leia também:

Em fevereiro de 2021 o perigo cresceu, depois de informações de mais de 100 milhões de usuários de planos celulares terem sido vazados.

A maior parte desses golpes vêm por meio de SMS, em que criminosos se passam por bancos e pedem confirmação de informações para bloquear uma compra que não foi autorizada. Ou então, é enviado um link para um falso desbloqueio ou bloqueio de cartão, como explica o diretor do dfndr lab, Emilio Simoni.

Dicas de proteção

Segundo especialistas, a primeira dica para se proteger é usar um antivírus e nunca clicar em links duvidosos nem compartilhá-los. Na dúvida, é só checar se eles são seguros no site do dfndr lab.

Outra dica é não usar redes Wi-Fi sem senha ou públicas para usar aplicativos de banco e fazer transações financeiras. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos