Mercado fechado

Um dia antes do ‘aniversário’ da renúncia, Evo Morales tem ‘volta triunfal’ à Bolívia

·1 minuto de leitura
VILLAZON, BOLIVIA - NOVEMBER 09: Former president of Bolivia Evo Morales and former deputy Milton Barón greet supporters during a welcoming ceremony for Morales after he crossed the border between Bolivia and Argentina after one year in exile on November 09, 2020 in Villazon, Bolivia. Morales returns to his country after being ousted as a president and spending one year in exile in Mexico and Argentina. His return was made possible after Luis Arce of MAS (Movement Towards Socialism) won presidential elections and took office on Sunday 08. Morales had crossed to Bolivia from La Quiaca, Argentina, on Monday 09 and traveled 1,000 by land to Chimoré, same place where he had to leave on November 11th, 2019. (Photo by Reynaldo Vargas/Getty Images)
Evo Morales foi recebido por uma multidão em seu retorno à Bolívia (Foto: Reynaldo Vargas/Getty Images)

Um ano antes de completar um ano da renúncia, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, voltou para seu país de origem nesta segunda-feira, 9. A volta acontece um dia depois de Luis Arce, ex-ministro da Economia de Evo, tomar posse.

O ex-presidente foi recebido por uma multidão na cidade de Villazón. A ideia de Evo é fazer uma caravana com 800 carros para percorrer mais de mil quilômetros ao longo do país até chegar em Cochabamba, cidade na qual começou a carreira política.

Em entrevista à AFP, Huelvi Mamani, um dos responsáveis pela segurança no evento de boas-vindas ao ex-presidente, chamou a volta de “retorno triunfante”. “Evo Morales é um líder indiscutível em nível mundial”, afirmou.

Leia também

Ao renunciar, em 10 de novembro de 2019, Evo Morales se refugiou no México e, depois, em dezembro foi para a Argentina. Antes de sair do país, ele encontrou o presidente Alberto Fernandéz para jantar.