Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,32
    +0,17 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.814,00
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.390,01
    -36,54 (-0,14%)
     
  • NIKKEI

    27.666,96
    +82,88 (+0,30%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +17,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1178
    -0,0005 (-0,01%)
     

Um cometa gigante está se aproximando do nosso Sol

·2 minuto de leitura
Um cometa gigante está se aproximando do nosso Sol
Um cometa gigante está se aproximando do nosso Sol

Um cometa gigante que estava bem além de Netuno, está se dirigindo para o interior do nosso sistema solar. Estimativas de astrônomos apontam que o objeto, que foi batizado de 2014 UN271, chegará tão perto do Sol quanto Saturno nos próximos 10 anos. Cometas que passam bastante tempo na escuridão, mas acabam indo para perto do Sol, contudo, este cometa tem peculiaridades.

Uma delas é o seu tamanho, estimado em até 200 quilômetros de largura, para efeitos de comparação, um grande cometa, como o Hale-Bopp, que visitou o sistema solar em meados dos anos 1990, tem 50 quilômetros de largura. Já o icônico cometa Halley, que é relativamente pequeno, tem apenas oito quilômetros de largura.

Objeto Transnetuniano

Plutão, que já foi planeta, é o maior objeto transnetuniano conhecido. Crédito: CC0 Domínio público/Px Here
Plutão, que já foi planeta, é o maior objeto transnetuniano conhecido. Crédito: CC0 Domínio público/Px Here

O 2014 UN271 é o que os astrônomos chamam de objeto transnetuniano, que é uma classe de objetos que orbitam o Sol além de Netuno e vêm em uma variedade de formas, tamanhos e órbitas. Alguns deles são bem grandes, o principal deles é Plutão, com seus 2.400 km de largura, que é a distância aproximada entre as cidades de São Paulo e Caruaru, em Pernambuco.

Este objeto, especificamente, tem nada menos que 600.000 anos, e a única razão pela qual só foi encontrada agora é porque está a cerca de 3 bilhões de quilômetros da Terra. Foi por essa curta distância também que foi possível para os astrônomos estimar com maior exatidão o seu tamanho.

Muitas incertezas

Ainda não se sabe, porém, do que o 2014 UN271 é feito, especula-se, com base no que se sabe sobre os objetos transnetunianos, que a composição seja uma mistura de gelo e rocha, além de outros compostos congelados, como dióxido de carbono, metano e nitrogênio. Em relação ao formato, ele é muito pequeno para ser redondo, portanto, é muito provável que seu formato seja bastante irregular.

Leia mais:

Em relação à Terra, o 2014 UN271 nunca passará a menos do que 1,5 bilhão de quilômetros daqui, o que significa que ele não apresenta nenhum risco de colisão com o nosso planeta. A distância é tanta, que ele não ainda não pode, por exemplo, ser visto a olho nu, mesmo sendo grande. Por enquanto, sua visualização exige grandes telescópios, como o Hubble, da Nasa. que está fora do ar desde a semana passada.

Com informações do SyFy

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos