Mercado fechado

Um ano após denúncia, aluno da UFRB é suspenso por racismo contra professora

·1 minuto de leitura
Caso aconteceu em dezembro de 2019; aluno se recusou a pegar folha da mão de professora negra (Foto: Reprodução/ Instagram)
Caso aconteceu em dezembro de 2019; aluno se recusou a pegar folha da mão de professora negra (Foto: Reprodução/ Instagram)

Danilo Araújo de Góis, aluno da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, teve a matricula suspensa e não pode mais ir à universidade. A informação foi revelada pela coluna do jornalista Guilherme Amado, na revista Época.

O aluno era investigado por racismo por um caso que aconteceu em dezembro de 2019. Danilo, aluno de ciências sociais, foi filmado se recusando a receber um papel das mãos da professora Isabel Cristina Ferreira dos Reis, que é negra.

No fim de setembro de 2020, o reitor Fábio Josué Souza assinou a decisão que manterá o aluno afastado até que o inquérito administrativo seja concluído.

Segundo a coluna de Guilherme Amado, com a pandemia e sem aulas presenciais, o processo está parado. A Polícia Civil da Bahia também investiga o caso.

Leia também

Na época em que o crime foi divulgar, a UFRB afirmou repudiar veementemente as “atitudes ofensivas” do estudante e relatou ter recebido outras denúncias de racismo, homofobia e preconceito de gênero contra Danilo.

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ainda garantiu que não deixaria impunes atitudes desta natureza.