Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.435,66
    +1.329,81 (+3,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

Último colocado em João Pessoa, Camilo Duarte descarta apoio e incentiva voto nulo no segundo turno

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Camilo Duarte incentivou que os eleitores de João Pessoa votem nulo. (Foto: TV Cabo Branco/Reprodução)
Camilo Duarte incentivou que os eleitores de João Pessoa votem nulo. (Foto: TV Cabo Branco/Reprodução)

Último colocado no primeiro turno da eleição à prefeitura de João Pessoa, Camilo Duarte anunciou que não apoiará nenhum dos dois candidatos que seguem na disputa na capital paraibana. E mais: o político do PCO sugeriu que os eleitores da cidade votem nulo neste domingo.

Camilo compartilhou nota afirmando que seu partido “não apoia candidatos burgueses e nem pequenos burgueses”. “Por todo o apresentado, o Partido da Causa Operária irá desenvolver uma campanha em torno do voto nulo como forma de esclarecer a classe operária que as urnas não irão resolver os problemas.”

No primeiro turno, Camilo terminou na 14.ª colocação entre os candidatos à prefeitura de João Pessoa, com 0,02%, ou 82 votos. O segundo turno, neste domingo, será disputado entre Cícero Lucena, do Progressistas, que teve 20,72% dos votos no último dia 15, e Nilvan Ferreira, do MDB, com 16,61%.

Eleições em João Pessoa

Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB) vão disputar o segundo turno das eleições municipais de João Pessoa, capital da Paraíba. O colégio eleitoral, segundo o TSE, é de 522 mil eleitores.

Lucena obteve 20% dos votos válidos e é político de carreira antiga na Paraíba. Já foi governador da Paraíba, senador e prefeito de João Pessoa, além de vice-governador.

Com 16% dos votos válidos, Ferreira não tem experiência política anterior. Essa é a primeira vez que ele é candidato a um cargo eletivo.

Entenda o segundo turno

Para assumir a prefeitura no 1º turno, o candidato precisaria obter maioria absoluta - 50% mais um - dos votos válidos. Votos brancos e nulos não entram nessa conta.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) esclarece que essa condição da existência do 2º turno é válida somente às cidades com mais de 200 mil eleitores.

Essa regra está prevista nos artigos 28 e 29 da Constituição de 1988, determinando, além do limite mínimo de habitantes, que o “segundo turno poderá ocorrer apenas nas eleições para presidente e vice-presidente da República, governadores e vice-governadores dos estados e do Distrito Federal, e para prefeitos e vice-prefeitos.”

Nas eleições de 2016 havia 92 municípios com mais de 200 mil eleitores. Já em 2020, outras três cidades alcançaram o número de habitantes mínimo. São elas: Ribeirão das Neves (MG), Paulista (PE) e Petrolina (PE). Sendo assim, nas eleições 2020, 95 municípios poderão ter um segundo turno para prefeito e vice-prefeito.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.