Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.604,08
    +981,85 (+3,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

UEFA acaba com regra do gol fora de casa em suas competições; veja

·1 minuto de leitura

A Uefa anunciou, na manhã desta quinta-feira (24), que o seu Comitê Executivo aprovou hoje a proposta para acabar com a regra do gol fora de casa em suas competições de clubes de todas as categorias (masculinas, femininas e juvenis) a partir do início da temporada 2021/22. A decisão foi tomada com base em recomendações do Comitê de Competições de Clubes da Uefa e do Comitê de Futebol Feminino da Uefa.

Até o último calendário (2020/21), com a regra do gol fora em vigência na Europa, o clube que marcasse mais vezes no estádio adversário em uma competição mata-mata, como a Champions League, avançaria. Em caso de empate geral, os times iriam para a prorrogação e, caso necessário, para os pênaltis.

Com a nova determinação, isso mudou. Agora, qualquer empate, com ou sem diferença de gols marcados fora de casa, no resultado agregado (ida e volta) basta para que o duelo seja decidido na prorrogação – e, persistindo o resultado, nos pênaltis.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Uefa também anunciou uma mudança nos critérios de desempate das fases de grupo de suas competições. Agora, caso dois clubes empatem em pontos em uma mesma chave, o primeiro ponto a ser observado vai ser quem levou a melhor nos confrontos direto.

Aleksander Čeferin, presidente da Uefa, falou sobre a alteração da regra, a qual é utilizada pela entidade desde 1965. "A questão da sua abolição foi debatida em várias reuniões da Uefa nos últimos anos. Embora não tenha havido unanimidade de pontos de vista, muitos treinadores, torcedores e outras partes interessadas do futebol questionaram sua justiça e expressaram sua preferência pela abolição da regra”, antes de completar:

“É justo dizer que a vantagem de jogar em casa já não é tão significativa como antes. Levando em consideração a consistência em toda Europa em termos de estilos de jogo, e muitos fatores diferentes que levaram ao declínio da vantagem em casa, o Comitê Executivo da Uefa tomou a decisão correta ao adotar a visão de que não é mais apropriado um gol fora de casa carregar mais peso do que um marcado em casa”, finalizou.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos