Mercado abrirá em 5 h 55 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,90
    +0,92 (+1,24%)
     
  • OURO

    1.757,90
    +6,20 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    43.931,55
    +1.911,34 (+4,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.092,74
    -10,32 (-0,94%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.197,51
    +5,35 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.371,00
    +52,25 (+0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2498
    -0,0058 (-0,09%)
     

UE vai discutir mudanças nas regras orçamentárias para lidar com dívida e focar investimento verde

·1 minuto de leitura

Por Jan Strupczewski

BRUXELAS (Reuters) - Os ministros das Finanças da União Europeia começarão a discutir na sexta-feira como mudar suas regras orçamentárias para lidar com um enorme aumento na dívida do governo durante a pandemia do coronavírus e como incentivar os gastos necessários para conter as mudanças climáticas.

As possíveis opções incluem isentar os investimentos "verdes" de cálculos de déficit e limites de dívida e esquecer temporariamente as regras existentes que dizem que a dívida deve ser cortada todos os anos, mostraram documentos preparados para as conversas entre ministros.

"O desafio nos próximos anos será consolidar os déficits e, ao mesmo tempo, aumentar os investimentos verdes para atingir as metas ambiciosas da UE de cortar emissões ou quaisquer outros investimentos", disse nota preparada pela Eslovênia, sede da reunião.

A Eslovênia atualmente detém a presidência rotativa de seis meses da UE e comandará as negociações.

Uma análise do centro de pesquisa Bruegel encomendada pelos ministros mostrou que o investimento público adicional para cumprir os objetivos climáticos da UE terá de ser de 0,5% a 1,0% do PIB anualmente durante esta década, e isso pode exigir flexibilidade nas regras.

(Por Jan Strupczewski)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos