Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.308,67
    +2.177,62 (+3,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

UE prorrogará controle de exportação de vacinas contra Covid até junho, dizem fontes

Francesco Guarascio e John Chalmers
·1 minuto de leitura
Vacina contra Covid-19 é aplicada em paciente em Madri

Por Francesco Guarascio e John Chalmers

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia está planejando prorrogar seu esquema de autorização de exportações de vacinas contra Covid-19 para o final de junho, disseram duas fontes do bloco à Reuters nesta quinta-feira, uma medida que pode redespertar tensões com países que dependem de doses feitas na UE.

O mecanismo foi criado no final de janeiro em reação aos anúncios dos fabricantes de vacinas contra Covid-19 sobre atrasos nas entregas ao bloco.

Ele deve vencer no final de março, mas a Comissão Europeia quer prorrogá-lo até junho, disseram as duas autoridades.

"A Comissão proporá sua prorrogação até junho. E isto foi recebido pelos Estados-membros com aprovação, não necessariamente entusiasmo, mas existe a sensação de que ainda precisamos deste mecanismo", disse um diplomata veterano da UE.

A segunda autoridade acrescentou que, em uma reunião de diplomatas do bloco na quarta-feira, muitos países apoiaram a medida, incluindo os pesos-pesados Alemanha e França.

A Comissão Europeia não estava disponível de imediato para comentar.

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, também pediu sanções a empresas que não respeitarem suas obrigações contratuais com a UE.

Quando o mecanismo de controle de exportações do bloco foi adotado, provocou revolta em países importadores que temem que seus suprimentos de vacina possam ser prejudicados.

Conforme o esquema, as empresas precisam de uma autorização para exportar vacinas contra Covid-19, e podem ter seus pedidos de exportação negados se não respeitarem os compromissos de suprimento com a UE.