Mercado fechado

UE estima que Alemanha vai manter superávit orçamentário e vê França acima do teto do déficit

Por Francesco Guarascio
.

Por Francesco Guarascio

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia projetou nesta quinta-feira que a Alemanha irá manter seu superávit orçamentário até ao menos 2021, enquanto o déficit da França ficará acima do teto da UE este ano e a dívida da Itália continuará crescendo para quase 140% da produção.

Em suas previsões econômicas trimestrais, Bruxelas disse que os 19 países da zona do euro vão manter uma postura fiscal amplamente neutra este ano e no próximo, apesar dos repetidos apelos à Alemanha e a outros Estados mais ricos para que gastem mais para combater uma desaceleração econômica prolongada.

Apesar da piora na perspectiva de crescimento, a Alemanha deve manter um grande superávit orçamentário este ano em 1,2% do seu Produto Interno Bruto (PIB). O excedente deve diminuir para 0,6% do PIB no próximo ano e 0,2% em 2021, prevê a Comissão.

A Itália, que já possui a maior dívida em termos absolutos na UE, deve aumentar seu endividamento para 136,2% do PIB este ano, e essa taxa continuará subindo no próximo ano para 136,8% e 137,4% em 2021, segundo a Comissão.

A França, que tem uma dívida próxima a 100% da produção, também está gastando mais este ano e deve aumentar seu déficit orçamentário para 3,1% do PIB, estima a Comissão, acima do teto de 3,0% da UE.