Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    19.082,29
    +34,00 (+0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

UE e México defendem o multilateralismo, em rodada de diálogo

·1 minuto de leitura
Vista geral da reunião dos líderes europeus em Bruxelas (ARQUIVO)
Vista geral da reunião dos líderes europeus em Bruxelas (ARQUIVO)

A União Europeia e o México realizaram sua primeira rodada de diálogo de alto nível nesta quinta-feira (5), com discussões sobre migração, resposta à pandemia e defesa do multilateralismo, informou a Comissão Europeia em um comunicado. 

Nessa conversa, diplomatas mexicanos e da UE destacaram "seu interesse comum em fortalecer" a Organização Mundial da Saúde (OMS) e "a capacidade internacional de preparação e resposta a pandemias", entre outras questões. 

Segundo a UE, essas rodadas de diálogo contribuem "para a consolidação" da Associação Estratégica entre o bloco e o México e "reforçam os compromissos das duas partes no apoio ao multilateralismo". 

O México e a UE aprovaram em abril deste ano uma modernização de seu pacto de livre comércio, abrindo as portas para sua ratificação.

O México e a UE anunciaram em 2018 um entendimento "a princípio" para modernizar o acordo comercial em vigor desde 2000, que desde então passou por revisão legal. 

Originalmente, o processo de ratificação na UE estava programado para começar no primeiro trimestre de 2021, embora ainda não se saiba se essa agenda poderá ser mantida, devido à pandemia de covid-19. 

A relatora deste pacto no Parlamento Europeu, Inmaculada Rodríguez-Piñero, afirmou que seria "o acordo mais ambicioso e moderno que a UE irá assinar". 

O México é o primeiro parceiro comercial da UE na América Latina, com um comércio bilateral anual de mercadorias de 66 bilhões de euros (cerca de 71,5 bilhões de dólares) e um comércio bilateral de serviços de 19 bilhões de euros.

ahg/mb/jc/mvv