Mercado fechará em 6 h 18 min
  • BOVESPA

    120.918,73
    -195,20 (-0,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,32
    +0,19 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.772,90
    -7,30 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    56.663,48
    +1.846,64 (+3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.283,61
    -15,35 (-1,18%)
     
  • S&P500

    4.178,49
    -6,98 (-0,17%)
     
  • DOW JONES

    34.075,28
    -125,39 (-0,37%)
     
  • FTSE

    7.009,89
    -9,64 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    +2,00 (+0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.989,25
    -40,25 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7488
    +0,0627 (+0,94%)
     

UE deve autorizar fábricas de vacinas da Astra e BioNTech

Alberto Nardelli, Nikos Chrysoloras e Suzi Ring
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Agência Europeia de Medicamentos deve conceder aprovação regulatória para duas fábricas de vacinas nos Países Baixos e na Alemanha já na sexta-feira, de acordo com duas pessoas a par do assunto.

A fábrica holandesa da Halix, com sede em Leiden, está fabricando a substância medicamentosa para o imunizante da AstraZeneca e aguarda aprovação para distribuir as doses em meio à significativa falta da vacina para a União Europeia.

A unidade de produção da BioNTech em Marburg, que também pode ser aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) na sexta-feira, é considerada crucial para a empresa cumprir suas metas de produção. As pessoas falaram sob condição de anonimato porque as autorizações ainda não foram anunciadas.

A distribuição de suprimentos da Astra produzidos pela Halix tem sido foco das negociações entre o Reino Unido e a UE nos últimos dias, com ambos os lados reivindicando seus direitos.

A UE espera que a Astra faça entregas a partir da fábrica a fim de cumprir suas obrigações contratuais. De acordo com uma autoridade a par da estratégia de vacinação da UE, se não fosse pelas entregas menores da Astra, o ritmo de vacinação do bloco teria sido quase o dobro.

Letras miúdas

Em comunicado conjunto publicado na quarta-feira, o governo britânico e a Comissão Europeia disseram que estão “trabalhando em medidas específicas que podemos tomar - no curto, médio - e longo prazo - para criar uma situação vantajosa para todos e expandir o fornecimento de vacinas para todos nossos cidadãos”.

Um diplomata europeu disse à Bloomberg no início da semana que a solução mais sensata seria dividir as entregas da fábrica sob alguma forma de acordo com base no tamanho da população.

As autorizações serão um alívio para as empresas e para a UE, já que a vacinação no bloco está atrasada devido às menores entregas, o que causou tensão entre a região e seus vizinhos.

A fábrica da BioNTech em Marburg é uma peça-chave de um plano da empresa alemã e da parceira Pfizer para aumentar a produção de sua vacina para 2 bilhões de doses este ano. O novo local entrou rapidamente em operação em fevereiro e deve produzir 750 milhões de doses por ano.

Um porta-voz da BioNTech não quis comentar. Porta-vozes da EMA e da Astra não responderam de imediato aos pedidos de comentários.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.