Mercado fechará em 3 h 57 min
  • BOVESPA

    108.005,93
    -517,54 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,55
    +0,16 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.885,00
    +8,40 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    22.824,09
    -376,04 (-1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,18
    -0,95 (-0,18%)
     
  • S&P500

    4.116,26
    -20,22 (-0,49%)
     
  • DOW JONES

    33.765,87
    -160,14 (-0,47%)
     
  • FTSE

    7.825,40
    -76,40 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    21.222,16
    -438,31 (-2,02%)
     
  • NIKKEI

    27.693,65
    +184,19 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    12.536,25
    -87,75 (-0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5782
    +0,0397 (+0,72%)
     

Ucrânia prende 51 suspeitos de vender dados de 300 milhões de pessoas

Red and blue Lights of police car in night time, crime scene. Night patrolling the city. Abstract blurry image.
Operação da polícia ucraniana prende 51 pessoas por vendas de dados de 300 milhões de usuários
  • Bancos de dados continham informações sobre mais de 300 milhões de cidadãos;

  • Dados continham informações sobre Ucrânia, parte da Europa e Estados Unidos;

  • Mercado ilegal tinha nomes, endereços, telefones e registro de veículos;

A polícia ucraniana prendeu 51 suspeitos de venderem dados pessoais roubados em fóruns de hackers pertencentes a centenas de milhões em todo o mundo. De acordo com comunicado da polícia local reproduzido no site norte-americano Bleeping Computer, os bancos de dados apreendidos continham informações sobre mais de 300 milhões de cidadãos da Ucrânia, Europa e Estados Unidos.

Leia também:

Após essa operação em grande escala, a polícia ucraniana também fechou um dos maiores sites usados ​​para vender informações pessoais roubadas de ucranianos e estrangeiros - o nome do site não foi revelado no comunicado à imprensa. De acordo com o Departamento de Ciberpolícia da Polícia Nacional da Ucrânia, como resultado da operação, cerca de 100 bancos de dados de dados pessoais relevantes para 2020-2021 foram apreendidos.

Mercado ilegal vendia de telefone a número de registro de veículos

No mercado ilegal agora fechado, os suspeitos estavam vendendo uma ampla gama de dados pessoais roubados, incluindo números de telefone, sobrenomes, nomes, endereços e, em alguns casos, informações de registro de veículos. De acordo com Serhiy Lypka, chefe do Departamento de Combate a Crimes na Área de Sistemas de Computação, os invasores venderam informações em fóruns de hackers fechados, bem como em redes sociais e de troca de mensagens, acrescentou em comunicado à imprensa.

O comunicado ressaltou que um total de 117 buscas foram conduzidas em diferentes regiões da Ucrânia. Como resultado, mais de 90 mil gigabytes de informações foram removidos. Os suspeitos foram presos após uma operação em novembro batizada de "DATA", com o objetivo de impedir a distribuição ilegal de dados pessoais roubados em mercados online ilegais.