Mercado fechado

Ucrânia declara estado de urgência energética

A Ucrânia decretou estado de emergência energética nesta quarta-feira (15), depois de uma reunião do governo durante a qual autoridades estudaram maneiras de levar a população a reduzir o consumo de energia

A Ucrânia decretou estado de emergência energética nesta quarta-feira (15), depois de uma reunião do governo durante a qual autoridades estudaram maneiras de levar a população a reduzir o consumo de energia.

Há duas semanas, os ultranacionalistas bloqueiam uma via férrea que liga o leste, produtor de carvão, ao restante do país.

Kiev continua a comprar um tipo de carvão encontrado justamente apenas no leste separatista do país, pró-russo, necessário para o funcionamento das centrais ucranianas.

Esse fluxo continuou apesar do conflito entre os separatistas pró-russos e o Exército ucraniano.

Segundo o ministro ucraniano da Energia, Igor Nasalyk, o mais urgente é que a população se esforce para economizar energia.

Os ultranacionalistas ucranianos justificam sua ação, alegando que Kiev não deveria negociar com rebeldes.

As autoridades pró-Ocidente em Kiev descartaram a possibilidade de suspender o bloqueio da via férrea. A medida foi chamada de "crime" pelo primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groysman.

"Esses bloqueios podem deixar hospitais e lares ucranianos sem energia", denunciou.