Mercado abrirá em 9 h 56 min
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,38
    -0,08 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.761,80
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    62.906,03
    -10,92 (-0,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.396,04
    +15,09 (+1,09%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    6.983,50
    +43,92 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    28.782,22
    -10,92 (-0,04%)
     
  • NIKKEI

    29.682,66
    +39,97 (+0,13%)
     
  • NASDAQ

    13.967,00
    -47,00 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7093
    -0,0118 (-0,18%)
     

UBS avalia mudanças no ambiente de trabalho após consultas

Sonali Basak
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A unidade do UBS nas Américas avalia algumas mudanças após o feedback de funcionários sobre questões como diversidade, flexibilidade de trabalho e envolvimento com a comunidade.

O banco busca se engajar mais com comunidades sub-representadas em resposta a solicitações de funcionários, disse Tom Naratil, corresponsável global de gestão de patrimônio do UBS. O banco planeja aprofundar os esforços por meio de iniciativas como o programa de educação financeira que atualmente conduz em comunidades de renda baixa a média, disse o executivo.

“Vemos uma porcentagem maior de nossa base de funcionários que quer que falemos sobre questões sociais. E não apenas falar sobre isso, mas agir sobre isso”, disse Naratil. “A tendência geral é geracional.”

Os funcionários também indicaram ao banco que desejam mais tempo para a vida pessoal e, em particular, as mulheres buscam maior flexibilidade para trabalhar em casa, de acordo com Naratil. O banco quer responder com mudanças para que possa ajudar a reter talentos, disse.

“A maioria gostaria de trabalhar remotamente dois a três dias por semana”, disse Naratil. “Isso não parece muito irracional. E se isso puder ajudar as pessoas sentirem que estão conseguindo equilibrar melhor suas vidas e nos tornar um melhor empregador, vamos fazer isso”, afirmou.

O UBS também divulgou informações sobre diversidade pelo segundo ano e aumentou a transparência com a divulgação de dados anuais sobre promoções, retenção e contratação em todas as categorias. E, embora os números ainda chamem a atenção - os negros respondem por menos de 4% da força de trabalho e menos de 40% são mulheres -, os dados melhoraram desde 2019 em quase todos os níveis. Os números de retenção melhoraram em quase todos os cargos, exceto para consultores financeiros, onde há menos mulheres e minorias do que há um ano.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.