Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.244,66
    +5,32 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Ubisoft é desenvolvedora mais xingada no Twitter Brasil

·2 minuto de leitura

Apesar da forte atuação no mercado brasileiro, a Ubisoft é a desenvolvedora de jogos mais xingada no Twitter por aqui. Um estudo recente da Rave Reviews analisou postagens de usuários na rede social e apontou que a desenvolvedora de Assassin's Creed, Just Dance e Far Cry é a marca de jogos mais criticada no Brasil e no mundo.

O estudo classificou as interações de usuários do Twitter por país com as maiores marcas multinacionais, incluindo empresas de jogos, fast food e de tecnologia. Uma ferramenta de análise de linguagem separou as interações na rede social com as empresas entre mensagens positivas, negativas e muito negativas.

Entre as empresas de games, a Ubisoft despontou como a desenvolvedora que mais recebeu comentários críticos, "ostentando" o título de empresa mais odiada do mundo dos games no estudo. O estúdio é o principal alvo de críticas no Twitter em 23 países incluindo Brasil, Filipinas, Rússia e África do Sul.

Ranking aponta empresas de jogos que mais recebem críticas negativas no Twitter por país (Imagem: Reprodução/Rave Reviews)
Ranking aponta empresas de jogos que mais recebem críticas negativas no Twitter por país (Imagem: Reprodução/Rave Reviews)

A Capcom aparece em segundo lugar no ranking geral, enquanto a Nintendo é a marca de jogos mais odiada apenas em um país: Noruega. “A Nintendo sabe que está matando o emulador SNES / NES do Nintendo Switch Online ao lançar SOMENTE jogos esquecíveis'', reclamou o usuário norueguês @TinyFluffyGoat no Twitter.

Se a Nintendo se safou de críticas online através do globo, o mesmo destino não teve a Game Freak, estúdio ligado a empresa do Mario que desenvolve os jogos principais de Pokémon.

A Game Freak é a desenvolvedora mais criticada nas redes sociais em países importantes para a indústria como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Austrália. O estudo da Rave Reviews apontou que a Game Freak chega a um feedback 100% negativo com jogadores do Canadá.

Por que a Ubisoft é a marca mais odiada do mundo dos games?

Há tempos, a desenvolvedora de Assassin's Creed sente o peso de gerir uma das maiores franquias do mundo, em meio a críticas de fãs que reclamam dos rumos da história dos jogos, da jogabilidade e da pouca diferença entre os títulos e expansões lançadas quase que anualmente.

A Ubisoft também está envolvida em uma série de investigações que apuram má conduta de executivos e casos de assédio moral e sexual no ambiente de trabalho.

Surpreendentemente, apesar da mesma situação ocorrer na Activision Blizzard, o estudo não apontou a desenvolvedora entre as mais odiadas do mundo. A Activision Blizzard aparece como principal alvo de xingamentos no Twitter apenas no México e Espanha.

Para o ranking de todos os países, a Rave Reviews só considerou marcas com pelo menos 10 usuários únicos tweetando sobre elas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos