Mercado abrirá em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,43
    +3,28 (+4,81%)
     
  • OURO

    1.801,00
    +12,90 (+0,72%)
     
  • BTC-USD

    56.892,09
    +2.457,19 (+4,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.420,70
    -34,71 (-2,38%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.092,24
    +48,21 (+0,68%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.181,50
    +130,50 (+0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2887
    -0,0598 (-0,94%)
     

Uber tem prejuízo de US$ 2,4 bilhões no terceiro trimestre de 2021

·2 min de leitura
O maior crescimento de receita foi na Ásia e Oceania, onde o faturamento chegou a US$ 743 milhões. Foto: Getty Images.
O maior crescimento de receita foi na Ásia e Oceania, onde o faturamento chegou a US$ 743 milhões. Foto: Getty Images.
  • A companhia de corrida por aplicativo divulgou um prejuízo de US$ 2,4 bilhões;

  • O montante é mais que o dobro relativo ao mesmo período de 2020;

  • Segundo a Uber, o resultado é reflexo à reavaliação de investimentos da empresa.

A Uber, empresa de serviços eletrônicos de transporte privado urbano, divulgou na última quarta-feira (4) um prejuízo líquido de US$ 2,4 bilhões no terceiro trimestre deste ano. O valor é mais que o dobro, de US$ 1,09 bilhão negativo, relativo ao mesmo período de 2020.

A companhia diz que o número reflete US$ 2 bilhões relacionados à reanálise de investimentos da empresa. O alto valor leva em conta o efeito positivo de reavaliação de outros investimentos, assim como de US$ 281 milhões de despesa em planos de incentivo com base em ações.

Leia também:

A receita da empresa teve um crescimento de 72% no comparativo trimestral, chegando em US$ 4,8 bilhões.

A companhia destacou um lucro EBITDA de 8 milhões, colocando o resultado como positivo, de forma a reverter o resultado negativo de US$ 625 milhões do mesmo período em 2020.

Enquanto isso, o número de clientes ativos mensais foi de 109 milhões, ou seja, um aumento de 40% no corporativo anual. Já o número de corridas chegou a 39%, o equivalente a 1,64 bilhão.

O maior crescimento de receita foi na Ásia e Oceania, onde o faturamento chegou a US$ 743 milhões. O local onde a maior receita se manteve, contudo, foi nos Estados Unidos e Canadá, com US$ 2,65 bilhões. Em comparativo anual, o valor representa o crescimento de 55%.

Há pouco tempo, as ações da Uber no pós-mercado de Nova York tiveram queda excedente de 3%. Contudo, o valor se inverteu em seguida, avançando 2,16%, ou seja, US$ 46,25. No pregão regular, os papéis haviam chegado a 0,98%, o equivalente a US$ 45,27.

As informações são do portal Terra e da Valor Investe.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos