Mercado fechará em 6 h 28 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,32
    -0,15 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.894,10
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    22.683,46
    -496,71 (-2,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,53
    -14,36 (-2,67%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.941,26
    +56,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    21.624,36
    +340,84 (+1,60%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.684,50
    +139,25 (+1,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6185
    +0,0511 (+0,92%)
     

Uber quer ajudar a popularizar carros elétricos baratos

A Uber resolveu abraçar a ideia de tornar o trânsito mais amigo do meio-ambiente e, para isso, está fechando parcerias com as principais montadoras de carros elétricos. O objetivo é claro: colaborar para a produção de veículos voltados para entregas e viagens de baixo custo, claro, com pegadas de carbono menores.

A empresa já havia divulgado que pretende eletrificar sua frota em um curto período de tempo, com metas traçadas de acordo com cada região do globo em que atua. O ponto comum, porém, é a pegada ambiental, tanto nos carros usados para transporte de pessoas quanto nos veículos destinados somente às entregas de produtos.

Estes veículos, aliás, podem ser “de duas ou três rodas”, segundo revelou Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, durante evento promovido pelo Wall Street Journal em meio ao Fórum Econômico Mundial que está sendo realizado em Davos, na Suíça.

O executivo afirmou que este tipo de veículo, além de ter uma pegada de carbono substancialmente menor, “pode passar pelo trânsito com mais facilidade”, ponto que o torna ideal para realizar a entrega dos mais diversos tipos de produtos.

Uber quer carros elétricos mais baratos e menos potentes (Imagem: Viktor Avdeev/Unsplash/CC)
Uber quer carros elétricos mais baratos e menos potentes (Imagem: Viktor Avdeev/Unsplash/CC)

Carros mais baratos e menos velozes

A Uber, que no Brasil já está rodando com o BYD D1, carro elétrico acessível da montadora chinesa, também quer que as montadoras priorizem a produção de modelos menos velozes para o transporte de passageiros.

Segundo Khosrowshahi, as velocidades máximas que muitos carros têm capacidade de alcançar “não são necessárias para dirigir na cidade”. Na visão do CEO da empresa, se as especificações de motor forem mais simples, o custo final também será menor, facilitando a popularização do carro elétrico.

O CEO aproveitou também para afirmar que a empresa não tem planos de demitir funcionários, algo que tem atingido grandes corporações no início de 2023. O último relatório trimestral informou que há aproximadamente 32,6 mil funcionários trabalhando para a Uber.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: