Mercado abrirá em 5 h 9 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,81
    +0,53 (+0,81%)
     
  • OURO

    1.834,30
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    57.063,05
    +1.509,73 (+2,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.543,41
    +1.300,73 (+535,99%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.995,19
    +47,20 (+0,68%)
     
  • HANG SENG

    28.178,19
    +164,38 (+0,59%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.299,50
    -46,50 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3379
    -0,0075 (-0,12%)
     

Uber passa a gerar receita ao negociar softwares com órgãos públicos de trânsito

Rui Maciel
·2 minuto de leitura

A Uber pode, finalmente, ter achado um gerador de receitas que pode acabar com os seguidos prejuízos trimestrais. A empresa anunciou nesta quarta-feira que assinou acordos com três novos órgãos públicos de trânsito dos EUA para fornecer tecnologia de gerenciamento para as frotas de transporte público.

As entidades que fecharam esses acordos com a Uber são são a Regional Transportation District, de Denver, o Cecil County Transit em Maryland e a agência de trânsito de Porterville, na Califórnia central. Elas usarão o software da empresa para operar seu serviço de trânsito. Os passageiros nessas cidades podem reservar viagens em veículos amigáveis a cadeirantes através do app do Uber, mas, ao contrário das corridas regulares, o transporte será fornecido pelos motoristas e veículos das agências de trânsito.

O Uber disse que continua em discussões ativas com várias outras agências de trânsito. A empresa já havia anunciado acordos baseados em software com duas outras agências de trânsito: em Marin County, na Califórnia e Cape May County, em Nova Jersey.

Margens melhores 

O Uber não revelou detalhes financeiros dos acordos, mas um executivo da companhia afirmou no ano passado que o fornecimento de software apresentava margens mais altas para a empresa do que os serviços tradicionais de transporte que ela oferece.

Os acordos baseados em tecnologia são separados de outros serviços de trânsito da Uber. Isso permite que os órgãos de trânsito substituam algumas rotas de ônibus de linha fixa por viagens que seriam feitas apenas sob demanda (também de ônibus), mais especificamente para áreas de baixa densidade populacional ou fora dos horários de pico.

A Uber vem estreitando gradualmente sua colaboração com os órgãos de trânsito nos últimos anos. Em 2020, a companhia adquiriu a Routematch, empresa especializada no desenvolvimento de softwares de trânsito. Na época do anúncio, a companhia afirmou que o acordo permitiria expandir rapidamente sua base de clientes junto às entidades em questão.

A incursão no trânsito também ocorre em um momento em que o negócio principal do Uber sofreu um duro golpe durante a crise da Covid-19. Na última segunda-feira, a empresa afirmou que seu negócio de mobilidade estava se recuperando à medida que mais americanos foram vacinados. Além disso, em março, os resultados globais registraram seu melhor mês desde o início da pandemia.

Leia também

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: