Mercado fechado

U20 5G e Desire 20 Pro marcam o retorno da HTC no mercado de celulares

Diego Sousa

A fabricante HTC espera conquistar o mercado mobile em 2020 apostando na democratização da tecnologia 5G. Como prometido, nesta terça-feira (16), a taiwanesa lançou dois smartphones intermediários: o premium U20 5G e o básico Desire 20 Pro. Ambos contam com chip da Qualcomm, mas trazem características diferentes para atingir mais consumidores.

HTC U20 5G

O principal destaque do U20 5G é o chip Snapdragon 765G da Qualcomm, que oferece 5G a celulares intermediários. Ele vai trabalhar com 8 GB de RAM, 256 GB de memória interna e 5.000 mAh de bateria (com suporte ao carregamento rápido QC 4.0), além do sistema Android 10. Em relação à tela, são enormes 6,8 polegadas IPS LCD com resolução Full HD+.

HTC U20 5G aposta na tecnologia 5G para conquistar o público (Foto: Divulgação/HTC)

No departamento de câmeras, há um conjunto quádruplo na traseira liderado por um sensor principal de 48 MP (f/1.8). As outras três são ultrawide de 8 MP, macro e profundidade — estas duas com 2 MP cada. As câmeras suportam gravação em 4K, modo retrato, modo escuro e trazem recursos de inteligência artificial para melhorar as imagens. Na frente, são 32 MP para selfies.

Seu preço não é dos mais acessíveis: 18.990 NTD (dólar taiwanês), ou cerca de R$ 3,2 mil em conversão direta.

Especificações técnicas do HTC U20 5G:

  • Tela: 6,8 polegadas IPS LCD, Full HD+, single-punch;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 765G 5G;
  • Memória RAM: 8 GB;
  • Armazenamento interno: 256 GB;
  • Câmera traseira: 48 MP + 8 MP (ultrawide) + 2 MP (profundidade) + 2 MP (macro);
  • Câmera frontal: 32 MP;
  • Dimensões: 171.2 x 78.1 x 9.4 mm;
  • Peso: 215,5 gramas
  • Bateria: 5000 mAh com carregamento rápido;
  • Extras: modo retrato, video 4K, sensor de digitais na traseira, NFC;
  • Cores disponíveis: Ink Crystal Green e Crystal White;
  • Sistema operacional: Android 10.

HTC Desire 20 Pro

Já o Desire 20 Pro é um intermediário mais básico. Equipado com o chip Snapdragon 665, o celular oferece 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e Android 10. Sua tela cai para 6,5 polegadas, mas mantém a resolução Full HD+ e o furo na tela para abrigar a câmera frontal de 25 MP.

HTC Desire 20 Pro é o novo basicão da empresa sem 5G (Foto: Divulgação/HTC)

Curiosamente, o conjunto de câmeras do Desire 20 Pro é idêntico ao U20 5G, o que não faz muito sentido já que estamos falando de preços bastante diferentes. Já a bateria é de 5.000 mAh e também oferece carregamento rápido, mas não tanto quanto o U20 5G.

O Desire 20 Pro chega ao mercado nas cores preto e azul por 8990 NTD, cerca de R$ 1.500.

Especificações técnicas do HTC Desire 20 Pro:

  • Tela: 6,5 polegadas IPS LCD, Full HD+;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 665;
  • Memória RAM: 6 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB;
  • Câmera traseira: 48 MP + 8 MP (ultrawide) + 2 MP (profundidade) + 2 MP (macro);
  • Câmera frontal: 25 MP;
  • Dimensões: 162 x 77 x 9.4 mm
  • Peso: 201 gramas;
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento rápido;
  • Extras: modo retrato, sensor de digitais na traseira;
  • Cores disponíveis: Smoky Black e Pretty Blue;
  • Sistema operacional: Android 10.

Sob nova direção

No final de 2019, a HTC anunciou Yves Maitre, ex-executivo da Orange (maior empresa de telecomunicações da França e que atua em toda a Europa), como novo CEO da empresa em meio a crises financeiras e participação quase nula em todos os mercados. Após a aquisição do Google de boa parte da divisão mobile da HTC, havia indícios de que a taiwanesa pretendia abandonar o segmento.

No entanto, aos poucos a HTC parece estar se reerguendo e vê a democratização do 5G como possibilidade para alavancas suas vendas. Em fevereiro, o novo CEO afirmou que 2020 será um ano importante para a empresa, que se concentrará no fornecimento de produtos, além da produção de smartphones 5G e mais dispositivos de realidade mista.

A missão do novo CEO não será fácil, mas, ao que tudo indica, ela segue firme em seus planos.


Fonte: Canaltech