Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,85
    -0,51 (-0,97%)
     
  • OURO

    1.821,40
    -8,50 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    35.872,12
    -62,04 (-0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    699,12
    -36,02 (-4,90%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.454,59
    -119,27 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.255,17
    -264,01 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    12.760,50
    -41,75 (-0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3929
    +0,0003 (+0,00%)
     

Twitter volta atrás e vai devolver formato antigo de retweets

Felipe Demartini
·2 minuto de leitura

O Twitter está voltando atrás de mais uma função e anunciou que devolverá aos usuários o formato antigo de retweets, sem a abertura da janela de comentários e citações de forma padronizada. A mudança começou a acontecer nesta quarta-feira (16) para os usuários do app na rede social no Android e iOS, e a ideia é que, ao longo dos próximos dias, tudo volte a ser como era antes na rede social.

De acordo com a rede social, a ideia era aumentar o engajamento e a disseminação de informação, o que efetivamente aconteceu, mas não da forma esperada. Os dados do Twitter mostram, sim, um aumento nas citações, mas também uma queda geral de 20% na quantidade de retweets, entre aqueles usando o novo formato ou o antigo.

Além disso, a ideia de que a opção aumentaria a disseminação de informação caiu por terra quando a plataforma percebeu que 45% dos compartilhamentos feitos após a mudança tinha apenas uma única palavra, enquanto 70% dos usuários usaram menos de 25 caracteres para isso. Ou seja, não houve contexto ou adição, o que levou a empresa a voltar atrás e retornar ao formato antigo de republicação de conteúdo pelos usuários.

Originalmente, bastava um clique para que uma postagem de alguém fosse compartilhada na própria linha do tempo, com um menu de contexto permitindo, também, a adição de uma citação ao conteúdo. É a forma que volta a ser o padrão da plataforma a partir de agora, ao contrário da que havia sido aplicada, com a tela de escrita aparecendo automaticamente e exigindo uma postagem “vazia” para que o retweet comum seja realizado.

O ideal de gerar mais contexto por meio do recurso surgiu em outubro, na aproximação das eleições americanas deste ano. Como tantas outras mudanças desse tipo realizadas pelo Twitter, nada é permanente e a rede social acompanha a telemetria para entender como a comunidade reage em relação ao conteúdo. Recentemente, também deixaram de funcionar um aplicativo usado apenas para testes de novos recursos e a organização de conversas com linhas, para indicar conversas entre usuários sob uma postagem original.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: