Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,27
    +2,15 (+2,62%)
     
  • OURO

    1.817,30
    -4,10 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    42.882,53
    -562,52 (-1,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.037,76
    +12,03 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.383,32
    -46,48 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    28.124,28
    -364,82 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    15.616,75
    +126,50 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3174
    -0,0154 (-0,24%)
     

Twitter testa RT com fotos e vídeos rápidos estilo Stories do Instagram

·2 min de leitura

O Twitter pode ter abandonado o Fleets, mas o Fleets não abandonou o Twitter. Nesta quinta-feira (6), a Rede do Passarinho Azul anunciou o “Retuíte com reação” que na prática é uma forma de responder uma publicação com uma foto ou um vídeo rápido gravado na hora.

A função foi adicionada ao Twitter como uma das opções de “retuíte” — existe o “Retweetar”, o “Comentar o Tweet” e, nos testes, o “Comentar o Tweet com uma reação”. A opção abrirá a câmera do celular por meio do app do Twitter numa interface simples: apertar no botão de captura rapidamente tira uma foto, segurar grava um vídeo (de duração máxima não especificada).

Fleets é você?

No vídeo ou na foto, o tuíte que gerou a reação estará visível como uma figurinha, tal qual acontece nos Stories do Instagram. Na parte de cima da tela, estão os botões “X”, para cancelar o tuíte e o “Tweet”, para colocar o post no ar.

Pelas capturas de tela reveladas, não estarão disponíveis ferramentas de edição neste tipo de post (ao menos, por enquanto). Sendo assim, aparentemente a ideia é que as pessoas compartilhem vídeos feitos na hora sem muito trabalho ou esforço, tal qual faziam no esquecido Fleets, finalizado em julho do ano passado.

A função entrará em período de testes exclusivamente no iOS e não existe previsão para o lançamento oficial, tampouco disponibilidade da novidade no Android.

Não existem formas de acelerar a chegada do recurso, mas é interessante manter o app atualizado no Android e no iOS para experimentá-lo assim que possível. Por se tratar de uma funcionalidade apegada à experiência mobile, dificilmente a versão web do PC terá suporte ao recurso, assim como aconteceu com o Fleets.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos