Mercado abrirá em 8 h 5 min
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,22
    +0,51 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.638,80
    +5,40 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    20.050,16
    +1.183,62 (+6,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    459,11
    +26,01 (+6,00%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.665,85
    -189,29 (-1,06%)
     
  • NIKKEI

    26.567,59
    +136,04 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    11.403,50
    +87,25 (+0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1954
    +0,0160 (+0,31%)
     

Twitter testa fim do limite de caracteres para permitir ‘textões’

Conteúdos do 'Notes' do Twitter ficam separados dos demais
Conteúdos do 'Notes' do Twitter ficam separados dos demais

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Twitter testa acabar com limite de caracteres e abrir espaço para conteúdos mais longos na plataforma;

  • Por enquanto, apenas um grupo seleto de criadores de alguns países terá acesso à função 'Notes';

  • Recurso permite a inserção de fotos, gifs, vídeos e outros tuítes.

Pensando em dar mais espaços aos famosos ‘textões’ das redes sociais, o Twitter está testando um novo recurso que colocará um ponto final no limite de 280 caracteres por post e permitirá a escrita de conteúdos mais longos. A informação foi anunciada nesta quarta-feira (22), no perfil da empresa.

Trata-se do Notes, a ferramenta de blog da plataforma. Nesta primeira fase de testes, apenas um grupo de criadores dos Estados Unidos, Canadá, Gana e Reino Unido poderão usá-lo, por meio de uma nova aba chamada ‘Write’.

Dentro do Notes, é possível inserir imagens, vídeos, gifs e até mesmo outros tuítes, com formatações em itálico e negrito. Os conteúdos, no entanto, não se misturam aos mais curtos, já que ficam armazenados como Notas e têm links especiais para compartilhamento.

A novidade já era prevista por pesquisadores e desenvolvedores da área, que a chamavam de ‘Twitter Articles’ (ou Artigos do Twitter). Graças a ela, os textos serão encontrados facilmente nos motores de busca, como acontece com sites como WordPress e Medium.

Atualmente, os textos mais longos são publicados no formato de ‘thread’, quando os tuítes sobre o mesmo assunto ficam conectados uns aos outros. No ano de lançamento desse recurso, em 2017, o Twitter também dobrou o limite de caracteres dos posts, anteriormente de 140.

Por enquanto, o novo formato não está disponível no Brasil e não há previsão de quando chegará aos usuários do país.