Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.031,08
    +91,06 (+0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Twitter terá selos de verificação coloridos para diferenciar empresas e pessoas

Elon Musk prometeu que o Twitter deve lançar um novo sistema de verificação colorido na próxima semana. O selo deve mudar de cor conforme o propósito: dourado para empresas, cinza para contas governamentais e azul para indivíduos, sejam eles celebridades ou não.

O bilionário explicou que todas as contas verificadas serão manualmente autenticadas antes da ativação dos símbolos. Esse processo deve ser bastante traumático para a equipe da plataforma, já que o número de funcionários está reduzido desde as demissões de novembro. "Doloroso, mas necessário", concluiu o dono do Twitter em seu perfil.

Ainda não está claro se o selo cinza mencionado é o atual "Oficial", presente em contas notáveis, ou se deixará de existir em prol de algo inédito. No modelo atual, todos usam o tique azul, independentemente se pagaram pelo destaque com o Twitter Blue ou ganharam por enquadramento das regras de concessão da rede social.

Ao que parece, a única certeza é a manutenção da cor azul para pessoas, artistas, jornalistas e influenciadores digitais. Para diferenciar esse grupo dos pagantes da assinatura do Blue será preciso tocar no selo e checar as informações exibidas.

Musk indicou que um novo tipo de identificação pode chegar para fornecer mais contexto. Trata-se de um segundo logotipo pequeno para indicar pessoas integrantes de uma organização. As grandes empresas poderão dizer se aquele indivíduo tem algum tipo de vínculo trabalhista, dando mais notoriedade para essas contas.

Confusão dos selos do Twitter

A concessão do selo azul para assinantes do Twitter Blue foi suspensa após muita confusão envolvendo a autenticação de contas falsas. Empresas como Sony, Nintendo e o próprio Twitter foram alvo de pessoas tentando se passar pelo perfil original, o que levou a mídia social a suspender temporariamente a verificação.

A ideia de usar cores para diferenciar era uma das sugestões mais populares dos usuários para diferenciar os selos. Apesar disso, Musk nunca havia cogitado publicamente usar esse artificio para distinguir os perfis, porque ia contra a sua política de dar "poder ao povo" e acabar com o que considerada uma "casta superior" de contas identificadas.

Na verdade, o selo azul nunca teve o propósito de destacar pessoas, mas sim trazer confiabilidade para a plataforma, ajudando os usuários a saber quando um perfil é oficial. Quando ainda não existia o ícone, era bem comum a criação de fakes tentando se passar por marcas, empresas e influenciadores, o que gerava muita confusão na web.

Elon Musk não deu uma data oficial para lançamento do novo esquema de verificação por cores. Também não está claro se isso virá junto do relançamento do Twitter Blue, previsto para 29 de novembro, ou se será algo criado em paralelo. Ontem (25), o bilionário dono da Tesla e SpaceX sugeriu uma anistia geral para contas banidas ou suspensas do Twitter a partir da próxima semana, como uma forma de dar uma "segunda chance" para quem errou antes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: