Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.091,08
    -116,88 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.908,18
    -121,36 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,57
    +0,45 (+0,62%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    40.032,17
    -44,62 (-0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    993,02
    -17,59 (-1,74%)
     
  • S&P500

    4.246,59
    -8,56 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,33
    -94,42 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.640,62
    +2,09 (+0,01%)
     
  • NIKKEI

    29.377,21
    -64,09 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    14.041,75
    +11,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1127
    -0,0052 (-0,08%)
     

Twitter terá novos rótulos para combater mentiras e desinformação

·2 minuto de leitura

Desde março do ano passado, com o agravamento da pandemia de COVID-19, o Twitter implantou os avisos de advertências para combater a desinformação. Embora no início eles fossem voltados para as fake news da saúde, eles foram expandidos para coibir mentiras durante as eleições dos Estados Unidos.

Agora, a desenvolvedora e engenheira revesa Jane Manchun Wong descobriu que o Twitter desenvolve três novos tipos de avisos de advertência contra a desinformação: “Últimas novidades”, “Fique informado” e “Informação errada”. O objetivo é comunicar aos usuários que aquele tuíte específico pode conter imprecisões que afetam a qualidade e a confiabilidade da fonte.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Conforme a captura de tela compartilhada por Wong, esses três novos tipos de rótulo serão acompanhados de um link direcionado para informações corretas e mais detalhadas. Ainda não está claro qual a destinação destes links (se serão para sites noticiosos, agências de checagem ou para o próprio Twitter) e nem como o algoritmo vai trabalhar para detectar uma informação falsa.

A certeza é que essa novidade pode ter um peso importante no atual momento de vacinação no mundo, no qual muitos boatos são espalhados. Hoje, o Twitter oferece a possibilidade de denunciar tweets que descumprem as políticas da rede, mas não há um botão para marcar a disseminação de conteúdos falsos, por exemplo. Essa poderia ser uma alternativa, mas, por outro lado, também poderia causar a manipulação do algoritmo para marcar publicações legítimas como errôneas.

Emojis nas reações

O Twitter também está trabalhando para trazer reações com emojis para sua plataforma, como fez o Orkut e semelhante ao Facebook. A ideia é dar mais possibilidades para as pessoas expressarem sentimentos na rede social do passarinho.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

De acordo com Wong, o próximo recurso incluirá cinco reações: Like, Cheer (Celebração), Hmm, Sad (Triste) e Haha. Como pode ser visto no tuíte acima, no entanto, o recurso é um trabalho em andamento no momento, já que os emojis com as reações ainda não estão oficializados — de março para cá, a rede tem feito pesquisas com os usuários para saber quais se encaixam melhor na proposta.

Por enquanto, ainda não se sabe se as reações serão para todos ou limitadas aos usuários com uma assinatura do Twitter Blue, assim como a opção de desfazer tuítes. O serviço de assinatura deve custar R$ 15,90 por mês e incluirá recursos exclusivos, como a capacidade de personalizar cores e escolher ícones específicos, além de um modo de leitor que tornará os tópicos muito mais fáceis de ler.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: