Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.962,85
    +34,03 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Twitter suspende novas assinaturas do Twitter Blue

Não é mais possível assinar o Twitter Blue com selo de verificado, relatam usuários da rede social. De acordo com publicações feitas pela comunidade, o serviço aparece como indisponível mesmo nas regiões em que já estava em operação. A suspensão do plano de assinatura não foi confirmada pela empresa.

Após ser inundado de contas fakes com selo de verificado pago, o Twitter interrompeu ontem (10) a distribuição da etiqueta para contas recém-criadas. A medida visava ao menos conter a onda de farsantes que tomou a plataforma e as possíveis implicações que isso poderia causar — inclusive, jurídicas.

Na manhã desta sexta (11), porém, a empresa parece ter suspendido o Twitter Blue de vez. Usuários que tentam assinar o serviço no app para iOS (única plataforma em que dava para contratar o pacote) encontram o aviso de que ele está “indisponível no país”.

“Twitter Blue será disponibilizado no seu país no futuro. Por favor, verifique mais tarde”, informa o aplicativo.

Twitter Blue com verificado indisponível

Não se sabe o que causou a suspensão de novas assinaturas e são várias as possibilidades: a empresa pode ter decidido interromper propositalmente a contratação do plano ou ter feito isso por engano, possivelmente por uma implementação errada de código. Até agora, não se sabe se todas as regiões foram afetadas pela mudança.

O novo Twitter Blue com selo de verificado foi lançado na quarta (9). A distribuição irrestrita da etiqueta de autenticidade provocou uma onda de contas fakes se passando por governos, empresas e figuras públicas relevantes. A moderação da rede deu conta de suspender boa parte dos transgressores, mas não rápido o suficiente para evitar prints.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: