Mercado abrirá em 8 h 6 min
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,44 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,45 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,79
    -0,24 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.916,80
    -12,70 (-0,66%)
     
  • BTC-USD

    12.775,14
    +1.718,13 (+15,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    256,01
    +11,12 (+4,54%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,98 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.692,92
    -61,50 (-0,25%)
     
  • NIKKEI

    23.476,53
    -90,47 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    11.623,00
    -68,25 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6407
    -0,0093 (-0,14%)
     

Twitter sofre instabilidades e sai do ar nesta quinta-feira (15)

Ramon de Souza
·1 minuto de leitura

[Atualizado às 21h50 com resposta do Twitter na própria plataforma]

O Twitter está enfrentando instabilidades na noite desta quinta-feira (15), estando inacessível tanto através de sua interface web quanto através dos aplicativos oficiais para dispositivos móveis (Android e iOS). O problema parece ter iniciado por volta das 18h20 e permaneceu por algumas horas. A companhia encaminhou um posicionamento ao Canaltech e também atualizou os usuários sobre ocorrido na própria rede social.

Ao adentrar na plataforma, o internauta simplesmente recebe a mensagem "Algo deu errado" e um botão para tentar carregar o feed normalmente. No Down Detector, site que registra reclamações de serviços fora do ar, foram recebidas mais de 3,3 mil notificações de instabilidade, além de uma série de comentários (a maioria de usuários brasileiros) fazendo piada com a situação.

<em>Imagem: Captura de Tela/Canaltech</em>
Imagem: Captura de Tela/Canaltech

No mapa ao vivo providenciado pelo Down Detector, é possível perceber que, embora a situação seja ruim no Brasil, a maioria das notificações são oriundas dos Estados Unidos, do Reino Unido e do Japão, que parecem ser as áreas mais afetadas pela instabilidade.

Questionado pelo Canaltech, o Twitter concedeu a seguinte explicação a respeito do ocorrido: "Sabemos que as pessoas estão com dificuldades em usar o Twitter. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível. Daremos mais informações assim que pudermos".

Mais tarde, a empresa postou informações sobre o ocorrido:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: