Mercado fechará em 2 h 37 min
  • BOVESPA

    104.388,31
    -3.346,70 (-3,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.895,18
    -124,87 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,18
    +0,68 (+0,82%)
     
  • OURO

    1.789,60
    +7,70 (+0,43%)
     
  • BTC-USD

    60.934,87
    -2.331,14 (-3,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.445,41
    -57,63 (-3,83%)
     
  • S&P500

    4.534,01
    -15,77 (-0,35%)
     
  • DOW JONES

    35.608,51
    +5,43 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.317,25
    -161,50 (-1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6511
    +0,0701 (+1,07%)
     

Twitter se junta ao TSE para conscientizar público nas eleições de 2022

·1 minuto de leitura

O Twitter lançou nesta terça-feira (5) uma série medidas visando proteger a integridade das discussões acerca das eleições brasileiras. Um recurso em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) redirecionará usuários para páginas com informações oficiais sobre o período de votação.

A plataforma social dará início à campanha de conscientização praticamente um ano antes da próxima "festa da democracia". Pelas próximas duas semanas, assim que digitar termos relacionados às eleições na área de busca da rede social, o usuário encontrará banners com links oficiais e informações do perfil oficial do TSE no Twitter (@TSEjusbr).

A rede social não mencionou se a detecção de pesquisa será capaz de identificar nomes de possíveis candidatos, tampouco quais termos foram incluídos nessa verificação automática. Nesse primeiro momento, a campanha será usada principalmente para divulgar detalhes sobre o funcionamento da urna eletrônica.

Ações como essa no Twitter são extremamente importantes para combater a proliferação de notícias falsas. Se o usuário estiver interessado em saber mais sobre o assunto, a barra de pesquisa será uma das formas de buscar conteúdo e, ao encontrar informações oficiais por lá, há menor chance de acabar enganado por notícias mentirosas.

Em uma publicação do Twitter Brasil, a rede social afirma que “vem mais por aí”, mas não deu detalhes sobre os complementos. Provavelmente, as campanhas devem se tornar ainda mais frequentes e visíveis com a aproximação do período eleitoral.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos