Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.009,71
    +83,28 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Twitter revela aumento da busca por streaming e podcasts no Brasil

·2 minuto de leitura

O Twitter realizou uma pesquisa exclusiva com o público brasileiro para revelar hábitos na rede social. O objetivo era entender a preferência das pessoas em temas como streaming de áudio, vídeo e podcasts. Os dados foram coletados pela equipe de Marketing Insights & Analytics do Twitter Brasil e considerou tuítes sobre assuntos relacionados ao entretenimento digital.

Segundo a pesquisa, para 70% dos usuários da plataforma, o conteúdo exclusivo ou original é fator determinante para a escolha do serviço de streaming. As pessoas levam mais em conta este fator do que o preço da assinatura e a facilidade de acesso, por exemplo.

Usuários utilizam o Twitter para falar sobre streaming, tirar dúvidas e acompanhar novidades (Imagem: Matheus Bigogno/Canaltech)
Usuários utilizam o Twitter para falar sobre streaming, tirar dúvidas e acompanhar novidades (Imagem: Matheus Bigogno/Canaltech)

Do início da pandemia até hoje, o levantamento revelou um aumento de 68% no consumo de conteúdos em vídeo, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Essa porcentagem explica a elevação na quantidade de pessoas que assinaram ao menos uma plataforma (70%) e que devem manter o interesse no serviço, mesmo quando a vida voltar à “normalidade" (39%).

As pessoas da rede do passarinho azul tem maior interesse por filmes e conteúdos televisivos, com 81% e 63% da preferência do público, respectivamente. A maioria prefere assistir aos conteúdos no celular (76%), na TV (72%) e no computador (51%).

Este último dado surpreende, afinal a tela dos dispositivos móveis não é tão favorável quanto um televisor. Embora a pesquisa não entre nesse mérito, a preferência pelo celular pode estar vinculado à falta de televisores inteligentes em muitos lares brasileiros.

A pesquisa considerou aproximadamente 595 milhões de tuítes sobre entretenimento no país, feitos durante o primeiro semestre deste ano. No ano passado, esse número foi 451 milhões, o que revela o aumento do uso da rede social para tal finalidade.

Músicas e podcasts também em alta

Já quando o assunto é música, 78% dos usuários da plataforma dizem acompanhar novidades pelo Twitter — 57% não ficam um dia sequer sem ouvir alguma canção. Para quase 68%, as plataformas de streaming musical são o melhor caminho para curtir um som e quase 91% dos ouvidos usam algum serviço desse tipo no último mês.

A maioria usa a rede para comentar sobre gêneros e bandas que gostam, mas também acompanhar as novidades de artistas e interagir com eles. Muita gente também se vale da plataforma para buscar informações ou conseguir recomendações de álbuns e músicas.

De janeiro a junho de 2021, o Twitter contabilizou 476 milhões de interações sobre música por aqui. Segundo a rede, esse aumento foi impulsionado também pelo aumento na popularidade dos podcasts, com mais de 73% do público consumindo esse tipo de conteúdo regularmente.

Entretenimento encabeça a lista de temas de podcasts mais ouvidos (63%), seguido por cultura (52%); negócios, economia e política (42%); e, por fim, esportes, jogos e e-sports (30%).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos