Mercado fechará em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    112.036,09
    +146,21 (+0,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.228,73
    +85,73 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,61
    +0,52 (+0,46%)
     
  • OURO

    1.856,80
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    28.423,79
    -1.152,61 (-3,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    617,33
    -12,17 (-1,93%)
     
  • S&P500

    4.126,98
    +69,14 (+1,70%)
     
  • DOW JONES

    32.966,95
    +329,76 (+1,01%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.581,75
    +302,50 (+2,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0731
    -0,0449 (-0,88%)
     

Twitter pode ser vendido para a Microsoft para escapar de Elon Musk?

·2 min de leitura
Twitter poderia ser adquirido pela Microsoft como forma de escapar de Elon Musk. Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration,
Twitter poderia ser adquirido pela Microsoft como forma de escapar de Elon Musk. Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration,
  • O Twitter poderia ser adquirido pela Microsoft como forma de escapar de Elon Musk;

  • Na últimas décadas, a empresa recebeu ofertas de compra do Facebook, Google, Yahoo e Disney;

  • Recentemente, a Microsoft indicou o desejo de adquirir uma plataforma de mídia social.

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, propôs a compra do Twitter na última quinta-feira (14) com o pagamento de US$ 54,20, cerca de R$ 254,85 na cotação atual, por ação, em negociação que colocaria o valor da plataforma em mais de US$ 43 bilhões, o equivalente a US$ 200 bilhões.

Em resposta à postura do magnata, a companhia anunciou na sexta-feira (15) uma medida de direitos dos acionistas de duração limitada conhecida como “pílula venenosa”, projetada para “reduzir a probabilidade de qualquer entidade, pessoa ou grupo obter o controle do Twitter por meio da acumulação de mercado aberto sem pagar a todos os acionistas um prêmio de controle apropriado”.

Contudo, a proposta do bilionário manifestou o ceticismo em relação à gestão atual da empresa, após ele deixar claro o desejo de tornar a rede social em “uma plataforma de liberdade de expressão em todo o mundo”.

Leia também:

O magnata disse ter percebido que a companhia não atenderia a esse “imperativo social” no formato atual, e que, portanto, o Twitter precisaria “ser transformado como uma empresa privada”.

Microsoft pode ser a solução?

Ainda que a plataforma não queira ir para as mãos de Musk, talvez seja necessário em breve encontrar alternativas para afastar o bilionário. Caso não haja conclusão do acordo, isso pode representar a abertura para outras partes aquisitivas.

Segundo fontes de Wall Street, a Microsoft parece ser uma provável concorrente. Recentemente, a companhia fundada por Bill Gates já havia indicado o desejo de adquirir uma empresa de mídia social.

É importante lembrar o entusiasmo da gigante da tecnologia ao tentar comprar cerca de US$ 50 bilhões do TikTok, ação que foi minada pelo governo Trump.

Além disso, a companhia de softwares provou sua capacidade de transformar uma rede social em uma plataforma de gerar dinheiro, como aconteceu ao comprar o LinkedIn por US$ 26,2 bilhões.

Segundo a Statista, uma empresa alemã especializada em dados de mercado e consumidores, as receitas da rede social de negócios aumentaram de US$ 2 bilhões em 2016 para US$ 8 bilhões.

*As informações são da revista Forbes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos