Mercado fechado

Twitter pede a usuários que pensem antes compartilhar publicações

Twitter

A rede social Twitter anunciou nesta quarta-feira que seus usuários serão alertados para serem mais cuidadosos antes de compartilhar artigos publicados por terceiros, um ato conhecido como retuíte, informou a empresa.

"Compartilhar um artigo pode gerar uma dicussão, então você pode lê-lo antes de tuitar", escreveu a empresa em sua conta @TwitterSupport nesta quarta-feira (10).

"Para ajudar a promover uma discussão embasada, estamos testando uma nova solicitação no Android (sistema operacional) - e quando você retuitar um artigo que não acessou no Twitter, podemos perguntar se você deseja abri-lo antes de compartilhá-lo", explicou a rede social.

Faltando apenas cinco meses para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, o Twitter aumentou as medidas para controlar disseminação de informações falsas e desinformações na plataforma.

Essas postura ganhou força após reclamações sobre tentativas de manipulação de informações na campanha presidencial de 2016 nos Estados Unidos e no referendo do Brexit no Reino Unido no mesmo ano.

No final de maio, o Twitter estava no centro de uma controvérsia quando excluiu, considerando que glorificava a violência, uma postagem do presidente Donald Trump sobre protestos após a morte do afro-americano George Floyd nas mãos de policiais brancos.

O presidente republicano tem mais de 80 milhões de seguidores na plataforma e a usa diariamente para anunciar políticas, atacar seus oponentes e comentar as últimas notícias.

A rede social tornou a mensagem visível novamente mais tarde, por considerá-la ao interesse público.

Alguns dias antes, o Twitter havia marcado duas postagens de Trump sobre votar por correio com um símbolo de aviso e forneceu um link para mais informações com a tag "Verificar os dados".