Mercado fechará em 2 h 28 min
  • BOVESPA

    108.879,60
    +1.049,88 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.861,49
    -474,02 (-0,89%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,51
    +0,37 (+0,48%)
     
  • OURO

    1.890,60
    +5,80 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    22.760,98
    -159,74 (-0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,86
    -12,03 (-2,24%)
     
  • S&P500

    4.118,17
    -45,83 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.965,64
    -191,05 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.889,18
    +24,47 (+0,31%)
     
  • HANG SENG

    21.283,52
    -15,18 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    27.606,46
    -79,01 (-0,29%)
     
  • NASDAQ

    12.575,50
    -201,25 (-1,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6171
    +0,0400 (+0,72%)
     

Twitter impede uso de apps alternativos para acesso à plataforma

O Twitter desativou a API de integração com serviços de terceiros, barrando todos os apps alternativos usados para acessar a rede social. Desde a última quinta-feira (12), usuários e desenvolvedores não conseguem visualizar feeds nem enviar mensagem por outro local que não sejam os apps oficial e a versão web.

Segundo o desenvolvedor do Tweetbot Paul Haddad, todas as solicitações enviadas pelo seu aplicativo para a API do Twitter estão falhando. Conforme disse em entrevista ao site TechCrunch, ele e outros não conseguem saber o que está acontecendo porque não existe mais uma equipe responsável por responder aos parceiros

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Inicialmente, pensou-se tratar de um problema limitado de alguns clientes, mas depois as pessoas perceberam se tratar de uma falha generalizada. Twitterrific, Fenix e Talon também relatam problemas semelhantes, ainda sem solução.

A situação surpreende porque a conta do TwitterDev disse que a empresa continuaria a investir na plataforma de desenvolvedores, especialmente na API do Twitter. Como isso foi dito no mês passado, já sobre a administração Musk, imagina-se que tenha sido publicado com anuência do CEO.

O que pode ter causado o problema?

Existe uma suspeita de que o problema da API esteja relacionado à mudança no feed, que passou a adotar guias cambiáveis apenas com o arrastar de dedo na tela para esquerda ou para direita. Apesar disso, alguns apps de terceiros ainda continuaram funcionando mesmo após a troca, então pode ter sido algo proposital.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Por outro lado, há quem aposte em um erro, afinal os funcionários da rede estão precisando se desdobrar para dar conta das demandas. Uma pequena falha no código da API pode ser suficiente para interromper o funcionamento por completo.

Estaria a plataforma de Elon Musk pensando em cobrar alguma taxa dos desenvolvedores para usar a API? Ou será que a medida foi adotada para interromper os bloqueadores de anúncios, algo que muitos desses clientes possuem? Não é de hoje que o Twitter passa por uma crise financeira, o que parece ter se agravado desde a mudança de comando.

Os aplicativos afetados estão marcados como suporte suspenso no fórum de desenvolvedores do Twitter. Não está claro porque o Passarinho Azul tomou essa medida nem se haverá alguma correção no futuro. O jeito é aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: