Mercado fechará em 1 h 1 min
  • BOVESPA

    129.910,29
    +469,26 (+0,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.141,82
    -144,64 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,92
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.866,10
    -13,50 (-0,72%)
     
  • BTC-USD

    39.780,92
    +2.251,36 (+6,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    992,43
    +23,59 (+2,44%)
     
  • S&P500

    4.238,05
    -9,39 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    34.260,53
    -219,07 (-0,64%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.065,75
    +71,50 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1426
    -0,0500 (-0,81%)
     

Twitter Fleets receberá anúncios parecidos com os dos Stories

·2 minuto de leitura
Twitter Fleets receberá anúncios parecidos com os dos Stories
Twitter Fleets receberá anúncios parecidos com os dos Stories

Nesta terça-feira (1), o Twitter anunciou que incluirá anúncios em tela cheia no Fleets, as publicações temporárias da plataforma. O formato foi adicionado à rede social há poucos meses e, além de funcionar como o Stories do Instagram, também será fruto de renda igual o rival.

De acordo com o site The Verge, o gerente de produtos sênior do Twitter, Justin Hoang, afirmou que os anúncios no Fleets funcionarão como outdoors em tela cheia. A área de marketing da rede social do passarinho azul está fechando parceria com diversos anunciantes a fim de realizar testes no novo recurso.

Exemplo de anúncio que estará presente no Fleets
Exemplo de anúncio que estará presente no Fleets. Imagem: Twitter

Até o momento, apenas um pequeno grupo de usuários dos Estados Unidos conseguem visualizar os anúncios em seus celulares Android e iOS.

De acordo com a empresa, os novos modelos de anúncio podem ser fotos ou vídeos com duração máxima de 30 segundos. E, assim como no Stories, poderão receber a opção “deslizar para cima” para encaminhar os usuários a perfis ou sites oficias das empresas.

“Começamos este produto não para construir um produto de armazenamento dentro do Twitter, mas para resolver o problema de pessoas que não querem tuítar porque parecem ficar por muito tempo”, afirmou o CEO do Twitter, Jack Dorsey, ao comentar sobre o público-alvo dos Fleets.

Leia também!

Segundo representantes da companhia, a rede social estudará o desempenho dos anúncios em tela cheia para novos projetos e formatos no mesmo padrão.

“Também acreditamos que os anúncios não devem ser intrusivos e devem agregar valor às pessoas, por isso estamos focados em aprender mais sobre como as pessoas se sentem com este novo posicionamento”, afirmou o Twitter em seu blog oficial.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!