Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.812,96
    +3.157,95 (+8,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Twitter erra regiões no mapa da Índia e causa alvoroço nas redes sociais

·2 minuto de leitura
Twitter erra regiões no mapa da Índia e causa alvoroço nas redes sociais
Twitter erra regiões no mapa da Índia e causa alvoroço nas redes sociais

O Twitter alvoroçou seguidores na Índia por bagunçar o mapa do país ao colocar a região norte de Jammu e Caxemira – ou Kashmir, bem como Ladaque – ou Ladakh, como um país totalmente separado. De acordo com o tabloide TNW Notícias, é a segunda vez que a plataforma comete o mesmo erro, em 2020 a empresa identificou Jammu e Caxemira como parte da China.

O erro no mapa foi publicado na página de carreiras da empresa, na seção “Tweep Life”, que mostra os locais onde o Twitter está presente e as experiências dos funcionários da empresa. Um usuário indiano foi quem percebeu o erro e após reportar na própria plataforma da rede social, o Twitter corrigiu a falha.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nos comentários, alguns usuários chegaram a indicar o mesmo erro também no LinkedIn, o que deixou os usuários indianos ainda mais irritados.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mesmo com a correção no Twitter, um advogado entrou com uma queixa contra o chefe do Twitter na Índia, Manish Maheshwari. O executivo, que já enfrenta outra queixa feita pela polícia da cidade de Ghaziabad por não tomar medidas contra um vídeo violento publicado na rede social, foi autuado agora por leis relacionadas à prática de atos ilícitos públicos.

Leia mais!

Desde que entrou em vigor as novas regras globais de privacidade nas redes sociais e a implementação das normas de TI exclusivas da Índia, o Twitter entrou em um combate com o governo indiano, já que não aceita as diretrizes, considerando-as invasivas. Clique aqui para entender a briga.

A nova lei do governo da Índia fala sobre o cumprimento de ações contra empresas de mídia. Com as novas regras, redes sociais são obrigadas a excluírem postagens em até 36 horas caso seja solicitado pelas autoridades. Elas também são obrigadas a terem determinados funcionários 24 horas por dia para responderem essas solicitações.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos