Mercado abrirá em 46 mins
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,54
    +2,05 (+2,95%)
     
  • OURO

    1.781,30
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    51.430,25
    +4.101,04 (+8,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.333,11
    +72,95 (+5,79%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.318,95
    +86,67 (+1,20%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.142,25
    +299,50 (+1,89%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4111
    -0,0125 (-0,19%)
     

Twitter descobre que algoritmo impulsiona posts de direita, mas não sabe por quê

·2 min de leitura

Em abril deste ano, o Twitter se debruçou sobre os próprios algoritmos de inteligência artificial para saber como eles lidam com publicações de teor político e se eram “nocivos de forma não intencional”. Nesta quinta (21), nos primeiros resultados da análise, a plataforma revelou que o código tende a impulsionar conteúdo do espectro político de direita.

Ao todo, foram feitas análises em sete países e a tendência de o algoritmo amplificar o alcance das publicações de perfis que se apresentam como de direita foi identificada em seis deles — Canadá, França, Japão, Espanha e Reino Unido (só a Alemanha ficou de fora). O estudo observou duas questões: se a linha do tempo amplificava o conteúdo de candidatos eleitos ou se certos grupos políticos eram mais impulsionados do que outros.

Políticos eleitos e veículos da direita tendem a ter maior alcance no Twitter, mas ainda não se sabe o motivo (Imagem: Unsplash/Freestocks)
Políticos eleitos e veículos da direita tendem a ter maior alcance no Twitter, mas ainda não se sabe o motivo (Imagem: Unsplash/Freestocks)

“Tuítes sobre conteúdo político de autoridades eleitas, independentemente do partido ou se o partido está no poder, veem uma amplificação algorítmica quando comparada ao conteúdo político na linha do tempo cronológica reversa”, explicou a pesquisadora e cientista politica Rumman Chowdhury, uma das envolvidas no projeto. “Os tuítes postados por funcionários eleitos de direita são mais amplificados por algoritmo do que os de esquerda”, completou.

E isso não se resume aos políticos: portais de notícia preferidos pela direita também alcançam mais pessoas na rede social. Chowdhury diz que a simples descoberta do comportamento do algoritmo já é um grande avanço, mas afirma que determinar o que causa esse comportamento desigual será outro grande desafio.

Apesar de parecer problemático, especialmente em períodos eleitorais, a executiva pontua que tendências de amplificação por algoritmo nem sempre são preocupantes, já que todos os algoritmos fazem a mesma coisa. O que tende a ser uma questão mais séria, segundo ela, é quando o código tende a impulsionar algum tipo de conteúdo, independente de o usuário mostrar interesse nele.

Pode não ser o algoritmo

Em uma reflexão sobre o estudo, Chowdhury também teoriza que o efeito sobre as publicações pode ser resultado de uma boa campanha da direita nas redes. Políticos desse espectro podem ser mais eficientes em gerar engajamento, compartilhamento e interações de assuntos relacionados a ideologia na internet, explica a especialista.

Contudo, a ideia da análise não é isentar o código da culpa do desbalanceamento, mas identificar as causas. Cientes de que há uma desigualdade na entrega de conteúdo, agora os pesquisadores focarão em descobrir o que gera o efeito.

O estudo completo pode ser consultado gratuitamente pela internet (em inglês). O documento define em detalhes quais critérios foram usados para definir os espectros políticos dos objetos analisados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos