Mercado abrirá em 5 h 7 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,46
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.892,30
    +1,60 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    22.657,13
    -557,66 (-2,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,20
    -14,69 (-2,74%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.601,33
    +317,81 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.595,50
    +50,25 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5799
    +0,0125 (+0,22%)
     

Twitter censura página de astronomia durante lançamento da SpaceX

SpaceX: empresa lançou 114 satélites a bordo de um foguete Falcon 9 na última terça (03) (Joe Burbank/Orlando Sentinel/Tribune News Service via Getty Images)
SpaceX: empresa lançou 114 satélites a bordo de um foguete Falcon 9 na última terça (03) (Joe Burbank/Orlando Sentinel/Tribune News Service via Getty Images)
  • Editor do site Spaceflight Now afirmou que sua conta no Twitter foi suspensa durante o lançamento da SpaceX;

  • Ainda não se sabe o motivo da suspensão, nem se Musk teve envolvimento direto com o incidente;

  • No passado, Musk já suspendeu páginas de jornalistas no Twitter por acompanharem suas empresas.

Um site de notícias especializado em astronomia e lançamentos espaciais foi bloqueado de publicar no Twitter durante sua cobertura do lançamento de um foguete da SpaceX, afirmou o editor.

Na última terça-feira (03) a SpaceX, empresa de foguetes de Elon Musk, realizou o lançamento de 114 pequenos satélites através de um foguete Falcon 9. Como é de costume, diversos sites de notícias especializados e canais no YouTube acompanharam todo processo, desde a decolagem, chegada dos satélites em órbita, ao pouso do foguete na Terra.

No entanto, Stephen Clark, editor do site Spaceflight Now, afirmou que sua conta foi bloqueada na rede social de microblogging de Elon Musk "por violar regras não especificadas durante a cobertura de um lançamento da SpaceX". Ainda não se sabe exatamente que regras a conta teria infringido, nem se Musk teve envolvimento direto neste incidente.

Não foi possível também confirmar a suspensão temporária da conta. Na tarde de terça-feira (03) a conta já conseguia publicar novamente no Twitter, mas estava marcada com uma sinalização de que um de seus tuítes mais recentes havia violado as regras do Twitter. Nem o aviso nem o tuíte estão mais visíveis.

Desde antes de Musk assumir o controle do Twitter em outubro, o bilionário pregava uma versão de liberdade de expressão irrestrita. Após a compra da rede social, ele chegou a desfazer a suspensão de diversas contas da plataforma que haviam sido banidas por discurso de ódio.

Contudo, no último mês o CEO também suspendeu a conta de diversos jornalistas que cobriam suas empresas, chegando inclusive a desativar a função de chat de voz da plataforma, o Spaces, para impedir a comunicação em grupo que estava acontecendo.

No dia seguinte ele anunciou o restabelecimento dessas contas, seguindo os resultados de uma enquete que ele fez em seu perfil perguntando aos usuários do Twitter se as contas deveriam ser restauradas.