Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,50
    +0,49 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.799,10
    +1,10 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    16.865,85
    -210,49 (-1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    394,86
    -7,18 (-1,79%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.489,19
    -32,20 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    18.814,82
    -626,36 (-3,22%)
     
  • NIKKEI

    27.686,40
    -199,47 (-0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.515,75
    +6,25 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4721
    -0,0066 (-0,12%)
     

Twitter Blue define preço e vai incluir selo de verificado entre os benefícios

O Twitter vai passar cobrar US$ 8 (R$ 40 na conversão direta) para quem quiser um selo de perfil verificado, anunciou o novo dono da rede, Elon Musk, em seu perfil pessoal. Além da etiqueta especial, o assinante também terá acesso a outras vantagens, como prioridade nas respostas, menções e busca, capacidade de publicar vídeos e áudios mais longos e redução na exibição de publicidade no feed.

Atualmente, o selo de verificação é concedido aos usuários de forma gratuita, mas os perfis precisam atender uma série de critérios e pertencerem a categorias específicas, como organizações, órgãos governamentais, influenciadores relevantes, veículos jornalísticos e jornalistas. Contudo, a partir da mudança, todos deverão pagar o valor mensal ao Twitter para manter o status.

Novo Twitter Blue

Na publicação, Elon Musk deu alguns detalhes acerca do novo plano de assinatura, mencionando que esse será o "novo Twitter Blue". O valor será ajustado conforme "o poder de compra de cada país", explicou Musk, contudo nada foi dito acerca da expansão do pacote de assinatura para mais regiões.

O Twitter Blue garantiria o selo de verificação e outras vantagens para usuários pagantes (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)
O Twitter Blue garantiria o selo de verificação e outras vantagens para usuários pagantes (Imagem: Caio Carvalho/Canaltech)

Quanto às vantagens adicionais, o novo CEO e dono do Twitter disse que o usuário pagante terá "prioridade nas respostas, menções e pesquisa", adições que devem impulsionar a popularidade da conta e a possibilidade de ter mais interações. A mudança também "será essencial para reduzir spam e perfis enganosos", ressaltou o "Chief Twit".

Musk afirmou ainda que assinantes verão metade da quantidade de anúncios que as contas não pagantes e também poderão driblar o paywall de publicações dispostas a trabalhar com a rede social, apesar de não se aprofundar em detalhes a respeito disso.

Para diferenciar o selo de verificado "comum" daqueles usados por figuras públicas, Musk revelou que uma pequena tag será adicionada abaixo do nome de um perfil relevante. Isso deve ser dar, provavelmente, a fim de identificar a finalidade da conta — político, artista, organização ou perfil oficial, por exemplo.

Fundos para criadores

Segundo Musk, essa nova assinatura também abrirá espaço para remunerar criadores de conteúdo na plataforma — uma grande dificuldade do Twitter até hoje. "Isso também dará ao Twitter um fluxo de receita para recompensar criadores de conteúdo", disse.

O CEO não entrou em detalhes sobre planos de monetização, mas isso deve se tornar mais consistente do que a capacidade de receber dinheiro dos próprios seguidores via Super Follow.

Reação do Twitter

A ideia de Musk, porém, não foi nada bem recebida pelos usuários do Twitter. Em vários posts, a comunidade se mostrou contrária à ideia de pagar pelo selo de verificação e acreditam que a nova regra mudará a forma com que esses perfis são percebidos pelos outros.

Uma enquete feita por um repórter do The Verge, Tom Warren, também mostra indisposição dos usuários para desembolsar qualquer quantia pelo status de verificado.

Usuários também ressaltam a finalidade original do selo de verificação do Twitter. A cosmologista e escritora Katie Mack ressalta que o status de autenticidade foi construído para ser um identificador de organizações, entidades, empresas e indivíduos de importância comum para a sociedade, e não um símbolo de superioridade.

Sem data prevista

Quanto a mudança no modelo do Twitter Blue e na exigência de pagamento para manter o selo de verificado, Elon Musk não mencionou datas de lançamento. Provavelmente, a novidade deve estar em processo de desenvolvimento na plataforma e, por se tratar de uma mudança profunda no modelo da rede social, o processo deve ser bem complexo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: