Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.033,52
    +115,69 (+0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Twitter Blue com selo de verificado foi adiado mais uma vez

Mais uma vez, o Twitter Blue com selo de verificado foi adiado. Nesta segunda (22), o dono da rede social, Elon Musk, anunciou que a assinatura será colocada em suspensão até que existam formas mais eficientes para evitar que contas fakes se passem por empresas e outras pessoas. Não há previsão para o relançamento do serviço.

Com o adiamento, contas que assinaram o serviço antes da sua interrupção surpresa continuarão com o selo de verificado do Twitter Blue — só não será possível fazer novas assinaturas. O Twitter Blue com a etiqueta de autenticidade foi lançado em 9 de novembro deste ano e chacoalhou a rede social com uma onda de contas fakes se passando por políticos, órgãos públicos e empresas.

“Vamos adiar o relançamento do Twitter Blue com verificado até que haja alta confiança no combate às contas farsantes”, disse Musk no tuíte. “Provavelmente usaremos selos de verificação de cores diferentes para organizações e indivíduos”, complementou.

Na mesma semana do lançamento, o Twitter Blue foi suspenso sem aviso. Usuários não conseguiam mais fazer novas assinaturas independente do país. Na semana seguinte, o bilionário esclareceu que a interrupção foi, sim, proposital, e disse que o pacote seria relançado no dia 29 de novembro — o que não vai mais acontecer.

Diferentes selos de verificação

Apesar de antes ter defendido a ideia de todos os usuários do Twitter (corporações, governos ou pessoas) serem verificados com o mesmo selo, Elon Musk parece ter percebido que essa é uma proposta ruim. Como mencionou na publicação, é possível que contas corporativas (e provavelmente também governamentais) sejam identificadas com um selo de cor diferente.

Não se sabe, porém, como esse novo selo de verificação vai se parecer, tampouco se ele será estendido a personalidades influentes, como artistas, políticos e criadores de conteúdo. Até agora, não há nenhuma informação oficial acerca do assunto.

Atualmente, a única forma de diferenciar contas verificadas “comuns” de contas verificadas de perfis influentes é pela tag “Oficial”. O selo especial foi implementado momentos depois do lançamento do novo Twitter Blue e até chegou a ser desativado a mando de Elon Musk, mas foi reativado dias depois.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: