Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.998,41
    -25,82 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Twitter Blue com selo de verificado será relançado ainda em novembro

O Twitter Blue com selo de verificação será relançado em 29 de novembro, anunciou o dono da rede social Elon Musk. O serviço de assinatura foi suspenso de forma inesperada cerca de dois dias após a estreia, na quarta-feira (9).

Segundo Musk, esse tempo servirá para “garantir que [o serviço] esteja sólido”. Não se sabe exatamente a que o bilionário se refere: bugs da plataforma, inconsistências na assinatura ou a enxurrada de contas fakes que tomou o Twitter desde a “democratização” do selo de verificação.

Além de garantir recursos extras no app, o novo Twitter Blue concede o selo de verificação a qualquer usuário pagante. Em pouquíssimo tempo, essa adição gerou caos na rede social, com inúmeros perfis se passando por governos, figuras públicas, empresas e até entidades religiosas — e nem sempre por pura paródia, mas, sim, para enganar o público.

Contudo, não demorou até o Twitter lançar medidas para conter essa onda de farsantes. No dia seguinte, a plataforma suspendeu a concessão de selos para contas recém-criadas e, pouco depois disso, interrompeu totalmente a contratação de novas assinaturas. A empresa sequer se pronunciou sobre a decisão, contudo, considerando o comentário de Musk, a suspensão deve ter sido mesmo proposital.

O que vai mudar?

Não existem pistas do que o Twitter pretende mudar para tornar a assinatura mais polida. É possível que a plataforma ajuste o aplicativo para tornar o processo de contratação mais intuitivo, ou esteja preparando o lançamento da ferramenta no app para Android e na versão web — duas plataformas que ficaram de fora no lançamento inicial. Contudo, também há a possibilidade de a empresa ser mais rigorosa quanto a distribuição do selo de verificação.

Atualmente, o selo "Oficial" — o "verificado do verificado" — ainda existe e está associado a contas evidentemente relevantes, como governos, empresas, artistas e influenciadores. É impossível afirmar que a etiqueta será mantida após o relançamento do Twitter Blue.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: