Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.270,26
    -1.182,81 (-3,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Twitter apresenta tela do botão de 'dislike'

·2 min de leitura
(Photo by Nikolas Kokovlis/NurPhoto via Getty Images)
(Photo by Nikolas Kokovlis/NurPhoto via Getty Images)
  • Ferramenta será utilizável somente nas respostas a algum tweet

  • Novidade ainda não tem data de lançamento

  • Ato de "não curtir" será privado, não estando visível para nenhum outro usuário

Pelo que parece, o Twitter não engavetou o projeto de criar um botão de "não curti". Após meses sem notícias do recurso, ontem a analista Jane Manchun Wong publicou um printscreen da tela de apresentação da nova ferramenta.

Pelo que se sabe até agora, a nova ferramenta irá se chamar "reply downvotes" (algo como "votar negativamente a uma resposta") e irá apenas em resposta à uma publicação original.

Segundo a imagem compartilhada, a ferramenta deverá ser utilizada quando uma resposta não é relevante para a conversa. O intuito é melhorar o Twitter, priorizando conteúdo de qualidade.

Leia também:

O seu voto tampouco aparecerá para os outros usuários. Não ficará, como é o caso de outras redes sociais, a mostra para todos verem. Nem mesmo o autor do tweet irá saber que seu conteúdo foi votado negativamente.

Por conta disso, é esperado que a nova ferramenta impacte na forma que o algoritmo decide qual conteúdo mostrar para você.

Conta verificada

Recentemente, o Twitter se envolveu em uma pequena polêmica ao dar o selo de verificado para uma conta falsa do ministro das Finanças da Noruega, Trygve Slagsvold Vedum.

Segundo a rede social, no entanto, o erro não foi por parte deles, e sim das autoridades do país europeu, que teriam passado informações erradas e apontado o perfil como verdadeiro.

"Infelizmente, houve um erro que levou à verificação de uma conta falsa. A conta foi removida e garantimos que não há nenhuma outra conta falsa verificada", disse a chefe de comunicação do gabinete do Primeiro-Ministro, Anne Kristin Hjukse, ao site.

Na verdade, o ministro das Finanças nunca nem teve conta no Twitter, e ele próprio que denunciou o engano nas redes sociais do ministério.

“Informamos que o Ministro da Fazenda Trygve Slagsvold Vedum não tem um perfil privado no Twitter. As contas que aparecem em seu nome são, portanto, falsas e serão denunciadas”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos