Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    115.939,08
    -195,38 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.801,12
    +371,37 (+0,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,33
    +2,70 (+3,23%)
     
  • OURO

    1.730,20
    +28,20 (+1,66%)
     
  • BTC-USD

    19.936,18
    +420,85 (+2,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,04
    +7,61 (+1,71%)
     
  • S&P500

    3.766,79
    +88,36 (+2,40%)
     
  • DOW JONES

    30.145,14
    +654,25 (+2,22%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.528,50
    +242,75 (+2,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1881
    +0,1142 (+2,25%)
     

Twitter anuncia botão 'editar' - mas só para assinantes 'premium' da rede social

Mulher utilizando smartphone
Mulher utilizando smartphone

O Twitter anunciou que testará um recurso que é debatido há anos pelos usuários da rede social: um botão de edição.

"Se você vir um Tweet editado, é porque estamos testando o botão de edição. Isso está acontecendo e você ficará bem", tuitou a empresa.

O recurso só será lançado oficialmente nas próximas semanas e disponível apenas para os assinantes do Twitter Blue, que custa US$ 4,99 (cerca de R$ 26) por mês.

Será possível editar o post algumas vezes nos 30 minutos após a publicação.

Atualmente, o serviço premium está disponível para perfis nos EUA, no Canadá, na Austrália e Nova Zelândia. Não foi anunciada uma data para o Brasil, mas o país é um dos cinco maiores em número de usuários.

Captura de tela mostra texto avisando que tuíte foi editado
Captura de tela mostra texto avisando que tuíte foi editado

Os tuítes editados aparecerão sinalizados e com informações sobre data e hora, além de um link para o histórico de edição com o objetivo de "proteger a integridade da conversa e criar um registro acessível ao público do que foi dito", escreveu a empresa no blog.

"Tuitar será mais fácil e menos estressante", disse a empresa.

"Você deve participar da conversa de uma maneira que faça sentido para você e continuaremos trabalhando de maneira que fique mais fácil fazer isso."

Jack Dorsey, cofundador da empresa e ex-diretor-geral, disse que seria improvável a rede criar um botão de edição.

Mas em abril, o empresário Elon Musk — durante o processo de compra da companhia, da qual desistiu —, postou uma enquete no Twitter em que 73,6% dos 4,4 milhões que opinaram eram favoráveis ao botão de edição.

Mas outros usuários afirmam que é desnecessário ou contrário ao espírito da plataforma, no entanto.

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62761107

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!