Twitter alega que Microsoft utilizou indevidamente seus dados

.

(Reuters) - O Twitter alegou que a Microsoft violou um acordo sobre o uso dos dados da empresa de mídia social, de acordo com uma carta vista pela Reuters nesta quinta-feira.

Um advogado de Elon Musk, dono do Twitter, disse na carta que a Microsoft usou mais dados do Twitter do que deveria e também compartilhou sem permissão os dados com agências governamentais .

Na carta, divulgada inicialmente pelo The New York Times, o Twitter afirma que, embora a Microsoft tenha concordado em seguir o Contrato e Política de Desenvolvimento do Twitter, uma análise recente da atividade da empresa de software e tecnologia sugere uma potencial violação de "múltiplas disposições do contrato por um período prolongado de tempo".

Um porta-voz da Microsoft disse nesta quinta-feira que a empresa recebeu uma carta de um escritório de advocacia que representa o Twitter com algumas perguntas sobre o uso anterior da interface de programação de aplicativos (API) gratuita do Twitter.

"Vamos analisar essas perguntas e responder adequadamente. Esperamos continuar nossa parceria de longo prazo com a empresa", disse o porta-voz.

As acusações do Twitter ocorrem no momento em que Elon Musk mostra divergências com a Microsoft por causa de sua plataforma de inteligência artificial.

Musk disse em abril que lançará a plataforma de inteligência artificial "TruthGPT" para desafiar as ofertas da Microsoft e do Google.

(Reportagem de Tiyashi Datta em Bengaluru)