Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,57
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.753,80
    -41,00 (-2,28%)
     
  • BTC-USD

    47.599,43
    -583,91 (-1,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.505,50
    +1,50 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1848
    -0,0112 (-0,18%)
     

Twitch processa dois usuários por ataques racistas

·1 minuto de leitura
A Twitch abriu um processo contra dois usuários anônimos por comentários ofensivos na plataforma de streaming de videogame (AFP/Lionel BONAVENTURE)

A Twitch denunciou na corte federal dos Estados Unidos dois usuários acusados de organizar ataques de ódio contra streamers que não são brancos ou heterossexuais da plataforma de streaming de videogames.

A plataforma, propriedade da Amazon, busca uma soma indeterminada de compensação financeira por danos atribuídos a dois indivíduos identificados em suas contas como "CruzzControl", residente na Holanda, e "CreatineOverdose", de Viena.

Em agosto, ambos "começaram a coordenar ataques contra os usuários da Twitch nos quais entraram em seus canais e enviavam 'spam' de ódio nessas comunidades", denunciou a Twitch no processo apresentado na quinta-feira em San Francisco.

"Os acusados atacam os streamers inundando seus chats com mensagens de robôs que promovem conteúdo e linguagem racista, sexista e homofóbico", informou a plataforma, acrescentando que os agressores automatizaram a operação a tal nível que "geralmente superavam" a capacidade da ferramenta de moderação.

De acordo com o processo, embora a Twitch suspendeu ambas as contas e finalmente as baniu, os dois usuários fizeram novos registros na plataforma e retomaram os ataques.

A Twitch pediu à corte que obrigue os criminosos a arcar financeiramente com os danos causados e informou que seus nomes reais serão revelados assim que forem confirmados.

Os usuários da Twitch, a maior plataforma de streaming de videogames do mundo, realizaram um protesto virtual na semana passada como mostra de indignação diante dos ataques contra minorias.

A Twitch insiste que trabalha para melhorar as ferramentas que permitem proteger as contas de abusos, principalmente de streamers mulheres, não brancos e da comunidade LGBTQI+.

gc/md/ag/lda/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos