Mercado fechará em 6 h 56 min
  • BOVESPA

    119.297,13
    +485,13 (+0,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    +151,51 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,95
    +0,77 (+1,28%)
     
  • OURO

    1.745,50
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    64.252,81
    +1.391,13 (+2,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.380,67
    +86,68 (+6,70%)
     
  • S&P500

    4.141,59
    +13,60 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    33.677,27
    -68,13 (-0,20%)
     
  • FTSE

    6.911,28
    +20,79 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    -130,61 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.011,50
    +35,75 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8366
    +0,0054 (+0,08%)
     

TweetDeck deve ganhar primeira grande atualização depois de 10 anos

Wagner Wakka
·1 minuto de leitura

O TweedDeck deve ganhar uma nova versão com mudanças significativas ainda em 2021. Contudo, o que irá mudar ainda é uma incógnita. Em entrevista ao The Verge, o chefe de produtos do Twitter, Kayvon Beykpour, falou sobre uma possível atualização completa da plataforma.

“Nós não temos dado muito amor ao TweetDeck recentemente. Isso está para mudar. Estamos trabalhando em uma grande mudança para todo o TweetDeck, algo que estamos animados para compartilhar com o público ainda este ano”, disse o executivo.

O TweetDeck é um dos poucos sobreviventes da leva de clientes do Twitter. O programa oferece uma série de personalizações e ferramentas extras que a rede social base não possui. A plataforma foi comprada pelo Twitter em 2011 e, desde então, não há atualizações significativas no serviço. As principais mudanças ficam por conta de desenvolvedores independentes, como o Better TweetDeck, uma extensão para navegadores. Ou seja, o serviço está há 10 anos sem grandes novidades.

Além disso, uma matéria da Bloomberg aponta que o TweetDeck pode ganhar uma versão paga futuramente, com alguns recursos extras. Isso o Twitter ainda não confirmou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: