Mercado abrirá em 1 h
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,96
    +0,35 (+0,67%)
     
  • OURO

    1.844,10
    -6,80 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    31.284,45
    -430,13 (-1,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    627,57
    -12,35 (-1,93%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.630,64
    -23,37 (-0,35%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.534,00
    +48,50 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5096
    -0,0012 (-0,02%)
     

Turista que fará spacewalk na ISS passará até 100 minutos "andando" no espaço

Redação
·1 minuto de leitura

No final de junho, a startup Space Adventures firmou um contrato com a agência espacial russa Roscosmos para que dois turistas visitem a Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo de uma nave Soyuz, sendo que um deles poderá fazer uma caminhada espacial do lado de fora da estação. Agora, mais detalhes deste passeio foram revelados.

De acordo com um representante da Space Adventures, a caminhada espacial deverá durar entre 90 e 100 minutos, que é mais ou menos o tempo que a ISS leva para orbitar a Terra. O spacewalk turístico será feito junto de um cosmonauta profissional. E já fica o aviso: por não terem a experiência e o treinamento necessários, os turistas não poderão passar longos períodos do lado exterior da estação como os astronautas profissionais estão acostumados a fazer.

(Foto: NASA)
(Foto: NASA)

Mesmo assim, durante o spacewalk, os turistas vão poder observar a Terra de diferentes ângulos. Pavel Vinodgradov, cosmonauta russo, já mencionou que o primeiro turista espacial que caminhar fora da estação poderá fazer alguns experimentos e tirar fotos da Terra. Para Gennadiy Padalka, a cosmonauta russa que bateu o recorde de maior tempo no espaço (879 dias), esse passeio é uma oportunidade única que, atualmente, é oferecida apenas pela Rússia - o que coloca o país em posição privilegiada no atual mercado do turismo espacial.

O voo que levará esses dois turistas à ISS, com um deles protagonizando a caminhada espacial, deverá ocorrer em 2023.

Fonte: Canaltech