Mercado fechado

Turismo pós-pandemia: como vai ser viajar agora? Executivos de Azul e Hurb explicam

Erik Paulussi
·2 minutos de leitura

O setor do turismo foi um dos mais impactados pela pandemia do novo coronavírus. Algumas estimativas apontam que as demandas só retomarão o ritmo a partir de 2023.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Neste episódio, conversamos com Alex Malfitani, vice-presidente financeiro da Azul, e Karyna Aciolly, COO do Hurb, para entender os planos das empresas para essa recuperação e qual o novo perfil de viagem do brasileiro.

Ouça a conversa completa

Para o VP da Azul, a "consequência positiva” que a pandemia pode ter trazido é uma descentralização de datas de viagem, além da valorização de destinos locais neste primeiro momento.

Episódios anteriores

Já a COO do Hurb explica que a tendência é que as pessoas optem por destinos que não sejam tão longe de casa, o que deve favorecer turismo próximo de grandes cidades.

Quem é Alex Malfitani

Alex Malfitani, vice-presidente da Azul (Foto: Divulgação)
Alex Malfitani, vice-presidente da Azul (Foto: Divulgação)

Formado em engenharia mecânica pela USP, Alex foi para a área financeira já no início da carreira. Trabalhou por quase cinco anos na United Airlines antes de ir para a Azul, onde ocupa o cargo de vice-presidente financeiro há seis anos.

Quem é Karyna Aciolly

Karyna Acioly, COO da Hurb (Foto: Divulgação)
Karyna Acioly, COO da Hurb (Foto: Divulgação)

Formada em engenharia de produção pelo Ibmec, Karyna começou na Hurb em 2014. Na empresa, passou pelos cargos de gerente de projetos e head de experiência do consumidor antes de assumir como COO, em outubro de 2019.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube