Mercado fechará em 1 h 11 min
  • BOVESPA

    123.697,25
    +1.896,46 (+1,56%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.050,11
    +181,79 (+0,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,19
    -2,76 (-3,73%)
     
  • OURO

    1.818,20
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    39.685,33
    -1.474,64 (-3,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    971,51
    +10,62 (+1,10%)
     
  • S&P500

    4.399,49
    +4,23 (+0,10%)
     
  • DOW JONES

    34.941,89
    +6,42 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.993,50
    +37,75 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1166
    -0,0714 (-1,15%)
     

Tumblr vai permitir que autores cobrem por conteúdo exclusivo

·2 minuto de leitura

O Tumblr finalmente chacoalhou um pouco as coisas e, a partir hoje (21), começa a testar um modelo de monetização de conteúdo em blogs. Autores e administradores de páginas poderão cobrar quantias para o consumo de publicações exclusivas pelo novo sistema chamado Post Plus.

A plataforma permitirá que autores separem seus seguidores entre apoiadores e visitantes gratuitos. A faixa de preço, por enquanto, pode ser escolhida entre US$ 3,99, US$ 5,99 ou US$ 9,99 ao mês. Neste primeiro momento, o “beta fechado" estará disponível para criadores selecionados, mas não foi divulgado quais os critérios da escolha.

Publicações pagas são escondidas de usuários gratuitos e cada perfil pode conter uma descrição de benefícios garantidos pela assinatura (Imagem: Reprodução/Tumblr)
Publicações pagas são escondidas de usuários gratuitos e cada perfil pode conter uma descrição de benefícios garantidos pela assinatura (Imagem: Reprodução/Tumblr)

Quem acompanha as tendências da internet deve reconhecer algumas semelhanças com o Super Follow do Twitter e até com o Only Fans — que, embora tenha se popularizado pela distribuição de conteúdo adulto, não se limita a esse tipo de material. O Substack, plataforma para veiculação de newsletters profissionais, também tem um modelo semelhante.

Ao que tudo indica, com o Post Plus criadores podem compor uma publicação exclusiva para assinantes e divulgar uma descrição do conteúdo a fim de atrair novos leitores para a assinatura. Além disso, cada perfil monetizado pode contar com as abas “Sobre” e “Vantagens” para descrever precisamente o que o leitor recebe ao aderir à versão paga.

Ótima estratégia, mas um tanto atrasada

O Tumblr ainda tem relevância nos dias de hoje, mas já teve dias melhores. Nos últimos anos, a plataforma se encontra com uma tendência de queda no número de usuários e publicações. Em 2012, eram em média 67,7 milhões de posts diariamente; em 2020, o valor chegou a 14,8 milhões — e até agora, em 2021, a média está em 11,3 milhões.

Ainda é um número grande, então há esperança para a plataforma. O modelo de monetização que está sendo implementado é a primeira mudança grandiosa desde que o portal de blogs foi adquirido pela companhia dona do Wordpress, em 2019.

O Post Plus pode ajudar a impulsionar a popularidade do Tumblr para escritores que querem veicular conteúdo na plataforma de uma maneira descomplicada — embora isso já fosse possível, de certa forma, ao fechar um blog e limitar a distribuição da senha. Cada assinatura rende à plataforma 5% sobre o valor pago.

Por enquanto, não há datas específicas para a distribuição geral do Post Plus. O Tumblr espera, porém, que o lançamento aconteça entre setembro e dezembro deste ano.

Se você é um criador do Tumblr, acha que o modelo de monetização pode convencer você a voltar? Como leitor, até quanto estaria disposto a pagar para conferir conteúdo dos seus autores favoritos? Deixa sua opinião aí embaixo, no campo de comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos